Terça-feira, 16 de Julho de 2024

O BOOM DA NOTÍCIA Terça-feira, 30 de Maio de 2023, 16:43 - A | A

Terça-feira, 30 de Maio de 2023, 16h:43 - A | A

CÂMARA FEDERAL

Comissão de Segurança aprova requerimento de deputado que pediu prisão de Nicolás Maduro

Da Redação do O Bom da Notícia/Com Assessoria

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara Federal, aprovou por maioria, o requerimento do deputado Federal Coronel Assis (União-MT), que pede à Organização Internacional da Polícia Criminal (Interpol), informações se há mandado de prisão em aberto contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e sobre as medidas adotadas para a imediata detenção.

O pedido foi apresentado em razão da presença do presidente da Venezuela no Brasil, para o encontro de líderes dos países sul-americanos. Maduro chegou ao país nesta segunda-feira (29), a convite do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e nesta terça-feira (30), vai participar de um jantar em Brasília.

“Nicolás Maduro é um ditador internacionalmente procurado por narcotráfico, genocídio e crimes contra a humanidade. Não podemos de forma alguma romantizar o regime que vive a Venezuela, com 94,5% da população vivendo abaixo da linha da pobreza, sendo 4,1% das crianças em situação de desnutrição aguda, com uma inflação de 300% por ano”, afirmou o deputado Coronel Assis durante sessão da Comissão.

O parlamentar destacou ainda que são mais de 7 milhões de venezuelanos que já deixaram a Venezuela para fugir do sistema ditatorial que massacra o país. “Em Cuiabá, se vê nas ruas inúmeros venezuelanos, mulheres, crianças e idosos pedindo dinheiro para poder comer”, destacou o parlamentar.

“Não podemos assentir de maneira alguma que esse ditador caminhe livremente pelo nosso país, isso é um grande atentado à democracia brasileira. Nicolás Maduro está na lista de procurados do departamento de combate às drogas do Estados Unidos. Além disso, é um caloteiro, já que a Venezuela tem uma dívida de R$ 1,2 bilhão em atraso com o BNDES”, asseverou o parlamentar.

O requerimento foi subscrito pelos deputados: Sargento Fahur (PSD-PR), Delegado Palumbo (MDB-SP), Sargento Gonçalves (PL-RN), Delegado Caveira (PL-PA), Silvia Waiãpi (PL-AP), Coronel Meira (PL-PE), Coronel Ulisses (União-AC), Delegado Paulo Bilynskyj (PL-SP), Gilvan da Federal (PL-ES), Sargento Portugal (Pode-RJ), Eduardo Pazuello (PL-RJ), Delegada Ione (Avante-MG), e Nicoletti (União-PR).