Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

O BOOM DA NOTÍCIA Domingo, 09 de Abril de 2023, 09:04 - A | A

Domingo, 09 de Abril de 2023, 09h:04 - A | A

SEQUELAS EVITADAS

Hospital realiza com celeridade cirurgia em paciente com problema grave na coluna cervical

O Bom da Notícia/com Assessoria

As fraturas e lesões na coluna cervical estão relacionadas a quedas e acidentes. Recentemente, o Complexo Hospitalar de Cuiabá (CHC) diagnosticou um paciente com fraturas-luxações da coluna cervical grave com lesão neurológica, e, para evitar sequelas, realizou em menos de 24 horas uma intervenção cirúrgica com abordagem multidisciplinar para estabilização mecânica e descompressão neural.

Os traumas de nível cervical representam a maior proporção de traumas com comprometimento medular, em cerca de 45,8% do total dos traumas, segundo mostrou um estudo da Faculdade de Saúde Pública da USP. O médico e especialista em Ortopedia e traumatologista do CHC, Gustavo Moraes, fala sobre a complexidade desses tipos de casos.

As fraturas da coluna cervical acompanhada de alterações neurológicas são responsáveis por índices elevados de morbidade e mortalidade. “Os casos semelhantes ao do paciente submetido a cirurgia no hospital podem apresentar quadro neurológico normal, lesão completa ou incompleta, que é quando alguma atividade motora ou sensitiva está presente”, informa Gustavo.

O paciente em questão é Kati Jaques Prestes, que segue em observação no Complexo Hospitalar de Cuiabá. Ele recebeu, como parte do tratamento, descompressão do canal vertebral de forma rápida para aumentar as chances de recuperação neurológica, por meio da redução da estabilização rígida da coluna vertebral.

“No ambiente hospitalar, são iniciadas todas as medidas para manter a pessoa clinicamente estável, realizando exames como radiografia, tomografia e a ressonância magnética”, acrescenta o ortopedista. O CHC conta com uma estrutura e equipe multidisciplinar capacitada para atuar de forma rápida, técnica e com eficiência, garantindo o atendimento adequado e rápido.

Os casos de fraturas e luxações da coluna cervical causam instabilidade devido a ruptura de ligamentos, implicando na mobilidade anormal e incapacidade da coluna cervical de evitar danos neurológicos sob condições fisiológicas. A causa mais frequente desses casos está ligada a acidente automobilístico, que são responsáveis por 50,8% dos. 

“Para diminuir a ocorrência dos traumas e lesões da coluna é importante usar cinto de segurança, equipamentos de proteção no trabalho, evitar mergulhar “de cabeça” em piscinas e rios. São cuidados que devem ser tomados diariamente e que podem evitar grandes riscos. Lesões na coluna são sempre sensíveis e quando ocorrem, a ajuda especializada deve ser procurada imediatamente”, completa o médico.

 CHC

O Complexo Hospitalar de Cuiabá conta com diversas especialidades médicas e possui uma equipe de ortopedistas capacitada para atender os pacientes com excelência. 

O hospital também tem expertise no atendimento de emergência em casos de traumas, tratando das doenças, lesões e deformidades que atingem o aparelho locomotor, incluindo os ossos, músculos, tendões, articulações e ligamentos.