POLÍCIA Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2019, 12:20 - A | A

A CASA CAIU

Ex-PM é preso suspeito de mandar matar adolescente que se relacionou com a mulher dele em Cuiabá

O Bom da Notícia

Três pessoas envolvidas no homicídio que vitimou um adolescente no ano de 2016, em Cuiabá, tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil na quarta-feira (18). As prisões foram divulgadas nessa quinta-feira (19) pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Apontado como mandante do crime, o ex-policial militar Pablo de Oliveira, teve a ordem de prisão cumprida na Cadeia Pública da Santo Antonio do Leverger, a 35 km de Cuiabá, onde já estava detido por outro crime.

 

Os outros dois presos, Ednei Duarte (executor), Olivino Corandi (que contratou), foram presos em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá.

 

Um quarto suspeito também teve a participação identificada no crime, confirmando as informações levantadas durante as investigações.

 

O homicídio ocorreu no dia 29 de novembro de 2016, em uma oficina no bairro Verdão, em Cuiabá. A vítima Eduardo Italo Silva Souza, de 17 anos, namorava com uma mulher que era casada com o policial e estava em fase de separação do marido.

 

Ao descobrir a traição, Pablo planejou o crime e contou com apoio do seu primo de Nova Mutum (Olivino) que ajudou na contratação do executor (Ednei).

 

Os suspeitos vieram duas vezes a Cuiabá, a primeira para monitorar a vítima e a segunda para quando praticaram o homicídio.

 

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Caio Fernando Alvares de Albuquerque, para praticar o crime, os suspeitos retiram o HD que gravavam as imagens das câmeras de segurança.

 

Olivino estava com uma falsa carteira de escrivão de polícia. Na residência do suspeito também foram encontradas quatro armas.

 

Os dois suspeitos foram ouvidos pelo delegado, Caio Fernando, na manhã de e posteriormente encaminhados para audiência de custódia em Nova Mutum.



Imprimir

Comentários