POLÍCIA Quinta-feira, 26 de Dezembro de 2019, 08:44 - A | A

ACIDENTE EM MT - VEJA FOTOS

Identificados cinco mortos em capotamento; bebê de um mês e criança de dois anos entre as vítimas

O Bom da Notícia

Foram identificadas as cinco pessoas mortas no acidente ocorrido no fim da tarde da última quarta-feira de Natal (25), na MT-249, próximo a cidade de Nova Mutum (244 quilômetros de Cuiabá). Um bebê de um mês e uma criança de apenas dois anos de idade estão entre os óbitos registrados.
 
Os dois adultos mortos na tragédia foram identificados como Juvenilson Duarte Santos, 26 anos, e Luzia Duarte dos Santos, 30 anos. Os menores tiveram apenas os primeiros nomes divulgadas, são eles Julia de 1 mês e 17 dias; Yllona de dois anos e Carlos de dez.

As três crianças seriam filhas de Juvenilson. Luzia Duarte Santos trabalhava em um posto e estaria dirigindo o Fiat Siena. Todos estavam passando o Natal em um rio, que fica a 35 quilômetros de Nova Mutum.
 
Os outros passageiros foram socorridos e passam bem. As informações iniciais apontam que haviam nove pessoas dentro do carro.
 
O velório deve ocorrer na Igreja Batista Ágape, na Av. São Paulo, bairro Cidade Nova, em Nova Mutum.

O caso

O Corpo de Bombeiros informou que o veículo trafegava pela rodovia com nove pessoas. Em dado momento, o condutor teria perdido o controle, saído da pista e capotou. O Fiat Siena ainda atingiu diversas árvores que ficam ao lado da MT-249.

Quando a equipe chegou ao local, encontrou três pessoas já sem vida, todas fora do veículo. Um bebê de apenas um mês chegou a ser socorrido, com suspeita de Traumatismo Cranioencefálico (TCE), mas não resistiu e foi a óbito no hospital da cidade.

 


Uma pessoa adulta estava presa entre as ferragens, com suspeita de fratura de fêmur. O Corpo de Bombeiros atuou no local e conseguiu resgatá-la com vida. As outras crianças que seguiam no veículo já estavam do lado de fora do Fiat Siena e não sofreram ferimentos graves.

 


A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local realizando os trabalhos. Testemunhas apontaram para um possível excesso de velocidade, o que ainda será apurado. (Com informações do Só Notícias)



Imprimir

Comentários