Quinta-feira, 25 de Julho de 2024

POLÍCIA Quarta-feira, 12 de Junho de 2024, 14:28 - A | A

Quarta-feira, 12 de Junho de 2024, 14h:28 - A | A

LEVIATÃ

Polícia Civil cumpre 12 ordens judiciais em operação que apura morte de comerciante

O Bom da Notícia/com assessoria

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (12.06) a Operação Leviatã para o cumprimento de 12 ordens judiciais decretadas no âmbito das investigações que apuram o homicídio de um comerciante, ocorrido no mês de maio, em Barra do Garças. A ação é conduzida pela 1ª e 2ª Delegacia do município, com o apoio da Polícia Militar.

Dos mandados, quatro são de busca e apreensão domiciliar, quatro de prisão e quatro de afastamento de sigilo. As ordens judiciais foram cumpridas em Barra do Garças e Cuiabá.

A ação resultou na apreensão de munições calibres 28 e 9mm, porções de entorpecentes, além de diversos apetrechos relacionados ao tráfico de drogas.

O crime que vitimou o comerciante Luiz Carlos Vieira dos Santos, de 57 anos, ocorreu no dia 24 de maio, na tabacaria da vítima, na região central da cidade. Na ocasião, dois homens encapuzados e armados chegaram em um veículo Gol, entraram no estabelecimento e efetuaram os disparos contra a vítima, que estava no escritório.

Assim que foi comunicada dos fatos, a equipe da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças iniciou as diligências para identificar os envolvidos, assim como a motivação do crime. Com avanço das investigações, foi possível identificar os autores do crime, sendo representado pelas ordens judiciais, que foram deferidas pela Justiça.

Durante o cumprimento dos mandados, a equipe da Polícia Militar flagrou um dos alvos comercializando entorpecentes. Ao perceber a presença dos policiais, o suspeito reagiu efetuando disparos contra a equipe, momento em que ocorreu o confronto. O suspeito foi alvejado e imediatamente socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

O segundo alvo da operação possui um extenso histórico criminal, com mais de 30 passagens por crimes de roubo, furto, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, e foi preso em sua residência.