Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 17 de Abril de 2024, 11:20 - A | A

Quarta-feira, 17 de Abril de 2024, 11h:20 - A | A

VEJA VÍDEO

Antero se desculpa com Samantha e pede que Abilio o faça à família de Marielle e Cattani às mulheres

Luciana Nunes/ O Bom da Notícia

O jornalista e ex-senador Antero Paes de Barros aproveitou a abertura do seu programa na Rádio Cultura FM nesta terça-feira (16), para pedir desculpas à empresária Samantha Iris, esposa do deputado federal e pré-candidato na disputa pela Prefeitura de Cuiabá, Abilio Brunini(PL).

Em seu programa na última sexta-feira(11), o radialista disse que Abilio Brunini teria como meta política eleger a esposa, Samantha Iris, vereadora por Cuiabá, nas eleições de outubro. Ao, contudo, apontar que a esposa teria uma atuação social pífia e que teria como única função 'dormir com o marido'.

O comentário foi alvo de críticas em vários coletivos que realizam mais profundamente um estudo à questão da mulher, contra assédios, estupros e feminicídios. Inclusive, com comentários também da primeira-dama Virginia Mendes e da vereadora republicana, Maysa Leão, que mesmo reconhecendo a inteligência de Antero, o advertiu sobre o machismo contido na frase.

Reconhecido pela sua habilidade política e consultor experiente na área de marketing, com várias campanhas eleitorais vitoriosas, Antero deixou claro em sua declaração que não tem nenhum compromisso com erro, nem tampouco, com seus próprios erros, ao admitir: 'errei'. 'Meu comentário talvez seja fruto desta cultura arraigada do machismo que tem em toda a sociedade brasileira e que queiramos ou não tem em cada um de nós' .

“Eu errei quando disse aqui que a mulher de Abílio só servia para dormir com ele. Aliás, nem indaguei, afirmei como se ela não tivesse condições de ser pré-candidata a vereadora. Foi um erro grave que cometi e quero pedir desculpas, principalmente a Samantha. Eu errei, e não tenho problema nenhum de reconhecer isso. Embora tenha deixado escapar uma fala machista, eu respeito, sempre respeitei e continuarei respeitando todas as mulheres”, disse Antero.

Mas mesmo reconhecendo o erro com a esposa de Abílio, Antero ao se retratar, aproveitou para alfinetar os deputados federal e estadual bolsonaristas, respectivamente, Abílio Junior e Gilberto Cattani.

À Cattani fez questão de frisar que embora tenha deixado 'escapar uma frase machista', nunca agiu assim em casa, com os filhos, com a filha, nem em sua vida. Ao contrário de Cattanni que comparou mulheres às vacas e ainda pediu desculpas às vacas por tê-las comparado às mulheres.

"Estou aqui pedindo desculpas, mas lembrando que o deputado Cattani comparou mulheres às vacas e a população não conhece algum vídeo de Cattani pedindo desculpas. Conhece um vídeo dele pedindo desculpas às vacas por compara-las às mulheres."

Já à Abílio, Antero Paes de Barros fez questão de advertir que não deixará que o deputado consiga, com o episódio, reduzir o imenso erro que cometeu e do qual ele não foi capaz de pedir desculpas, que é com a família da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada em 2018. Ao votar junto com outros quatro deputados que fazem parte da bancada de Mato Grosso, na Câmara, pela libertação do parlamentar Chiquinho Brazão(sem partido - Rio de Janeiro), apontado como um dos mandantes do assassinato da vereadora, e preso em 23 de março.

“Com relação a Abílio Júnior ele não vai usar esse episódio para diminuir a imensa grosseiria que fez e nunca pediu desculpa à Gisela Simona[deputada federal], como também não pediu desculpas à família da Marielle, quando votou pela soltura do mandante do assassinato da vereadora. Então eu encerro aqui esse assunto, pedindo desculpas e reconhecendo que errei”, finalizou.

Veja vídeo