Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 10 de Maio de 2024, 13:23 - A | A

Sexta-feira, 10 de Maio de 2024, 13h:23 - A | A

SOLIDARIEDADE

Botelho sugere ao Agro de MT que faça doações como o governo, para minimizar tragédia do RS

Luciana Nunes/ O Bom da Notícia

O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (UB) sugeriu aos grandes empresários do setor do Agronegócio de Mato Grosso que façam doações para o Rio Grande do Sul que sofre já há pelo menos uma semana com os impactos de intensas chuvas. A declaração do parlamentar feita à jornalistas nesta quarta-feira (8), ocorreu após sessão ordinária, quando por unanimidade os deputados estaduais aprovaram o PL 906/2024, de autoria do governo do estado, que “autoriza Poder Executivo a doar R$ 50 milhões ao Sul em virtude do estado de calamidade pública

“Estava conversando com o deputado Júlio Campos, ele fez uma convocação aos setores do agro, principalmente aos grandes grupos, para que eles façam suas doações também. Pois, por enquanto, só o Estado anunciou esta ajuda e, de certa forma, estes grandes empresários do Agro são todos contribuintes [...]  Acho que é importante todos que podem doar. Que seja R$100, R$200, R$400, tudo é importante. E o agronegócio hoje é quem detém o poder econômico no Estado. São eles os grandes, devem também fazer as suas contribuições”.

E ao se solidarizar com o povo gaúcho Botelho frisou que situações como essas vividas pelo Rio Grande do Sul podem ocorrer em qualquer lugar do país.

“Situações como essas, todos os analistas dizem que é imprevisível, então podem ocorrer em qualquer lugar, nunca vamos estar preparados para uma tragédia como essa. É rezar a Deus e pedir que não aconteça mais”, afirmou.

Entenda

Nesta quarta, o Legislativo estadual autorizou o Governo de Mato Grosso a repassar R$ 50 milhões de  Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) para o Rio Grande do Sul, devastado pelas chuvas.

O projeto recebeu o aval de praticamente todos os 24 deputados que subiram na tribuna para enaltecer a necessidade de medidas para ajudar o povo gaúcho.

O recurso deve ser utilizado para a reconstrução de pontes, escolas e até casas de quem perdeu a moradia.

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul atualizou para 100 o número de mortos em razão dos temporais que atingem o estado. O boletim divulgado na manhã de hoje ainda aponta que há outros 4 óbitos sendo investigados. O estado registra 128 desaparecidos e 372 feridos.