Sábado, 13 de Julho de 2024

POLÍTICA Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2023, 12:39 - A | A

Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2023, 12h:39 - A | A

BARBÁRIE EM SINOP

Chacina em MT ganha destaque nacional e nos principais veículos de comunicação do mundo

Marisa Batalha/O Bom da Notícia

(Foto: Ilustração)

CHACINA DE SINOP GANHA OS JORNAIS DO MUNDO 2.png

 

Sites dos Estados Unidos, Austrália, Ucrânia e diversos outros países do mundo repercutiram a barbárie ocorrida em Mato Grosso, quando dois homens nesta última terça-feira (21) - Edgar Ricardo de Oliveira, de 30 anos e seu comparsa Ezequias Souza Ribeiro, de 27 anos -, mataram a tiros sete pessoas, no município de Sinop(480 km de Cuiabá), dentro do 'Bruno Snooker Bar', no bairro Lisboa.

Antes de se tornar manchete dos principais veículos de comunicação de massa de vários paíse, o caso já havia causado absoluta comoção dos mato-grossenses e de suas mídias, além de repercussão nacional com destaque no Jornal Nacional, CNN e Metrópole.

Dentre os sete mortos estavam Larissa de Almeida Frazão, de apenas 12 anos e seu pai, Getúlio Rodrigues Frazão, de 36 anos. Ainda morreram Maciel Bruno de Andrade Costa, de 35 anos, que era dono do estabelecimento, Eliseu Santos da Silva, de 47 anos, que chegou a ser socorrido com vida após o tiroteio, mas morreu no centro cirúrgico do Hospital Regional de Sinop, Josué Ramos Tenório, de 48 anos, Adriano Balbinote, de 46 anos, e Orisberto Pereira Souza, de 38 anos.

Indignado com a bárbárie, o governador Mauro Mendes(UB) garantiu ainda no mesmo dia da chacina, total mobilização das forças policias do Estado, ao prometer que os criminosos não ficariam impunes. Ao ainda afimar que espera que o Congresso Nacional tenha coragem de fazer uma legislação mais rigorosa para punir e prevenir esses crimes bárbaros. "Espero sinceramente que o Congresso Nacional tenha coragem de fazer uma legislação muito mais rigorosa para punir e prevenir esses crimes bárbaros no nosso país. Minha solidariedade às famílias das vítimas e que Deus possa acalentar seus corações", complementou.

No dia seguinte, quarta-feira(22), Ezequias Souza Ribeiro, um dos autores da barbárie, foi morto após troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), a 15 km do Centro de Sinop, em direção ao aeroporto. Ele veio a óbito em confronto com os policiais, na região do Rio Teles Pires.

Temendo o mesmo fim do comparsa, o outro envolvido nos assassinatos - Egar Ricardo de Oliveira -, se entregou à polícia nesta quinta-feira(23). À imprensa chegou a dizer que não tinha a intenção de matar a garota de 12 anos e que teria em 'poupar sua vida'.

Ele já havia prometido se entregar pacificamente à polícia nesta última quarta-feira(22), ao pedir 'garantia de vida', por meio de seu advogado Marcos Vinicius.

Após a prisão, os delegados responsáveis pelas investigações Braúlio Junqueira e Carlos Eduardo informaram que com provas suficientes da autoria dos crimes, agora caberia apenas a formalização da detenção de Edgar. Ao ainda apontarem que ambos já tinham várias passagens na polícia. "Assim, pesam contra os dois crimes como roubo, porte de arma de fogo, ameaças e lesão corporal até agressões no âmbito de violência doméstica".

(Foto: Ilustração)

SETE VITIMAS DA CHACINA DE SINOP.png

 As sete vítimas dos atiradores em um bar no interior de Mato Grosso

Entenda o caso

A chacina ocorreu - de acordo com informações policiais e de testemunhas -, quando Edgar e Ezequias estavam jogando sinuca com as vítimas e perderam ao entorno de R$ 4 mil e o grupo vencedor supostamente teria começado a zombar deles.

Os dois homens até chegaram a ir embora do local. Porém, minutos depois, voltaram já com uma pistola 380 e uma espingarda calibre 12. Imagens da câmera de segurança mostram o momento que um deles, Ezequias, manda as vítimas ficarem contra a parede, segurando a pistola.

Ainda na rua, Edgar organiza algumas coisas na caminhonete – uma Chevrolet S10 – e tira do banco traseiro a espingarda. Em seguida, ele se junta ao comparsa e mata as vítimas. Depois do crime, eles fogem levando o dinheiro da aposta que estava na mesa de sinuca.

Ainda nesta quinta, após a prisão de Edgar e morte de Ezequias, o governador Mauro Mendes parabenizou todo o esforço da Segurança Pública de Mato Grosso nas investigações e prisão de Edgar Ricardo de Oliveira. (Com informações do rgtnews)