Sábado, 20 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 16 de Agosto de 2023, 13:56 - A | A

Quarta-feira, 16 de Agosto de 2023, 13h:56 - A | A

EM SESSÃO NA AL-MT

Deputada apresenta moção de pesar por feminicídio de advogada e repudia violência contra crianças em Cuiabá

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) apresentou na manhã desta quarta-feira (16.08), moção de pesar pelo feminicídio da advogada Cristiane Catrilon, que foi brutalmente assassinada por um ex-policial militar do Estado de Mato Grosso. A parlamentar apresentou também duas moções de repúdio pelas agressões de adultos contra crianças, ocorridas nesta semana em Cuiabá.

“O assassinato da Cristiane é um crime que chocou, sem dúvida, todo o nosso estado e o Brasil, pela sua crueldade e por tudo que aconteceu com a advogada. Isso nos faz lembrar de tantas mulheres que foram mortas em nosso estado. Só para se ter uma ideia, a cada dez minutos uma mulher é estuprada no Brasil e a cada sete horas uma mulher é vítima de feminicídio em nosso país. Esse assunto precisa ser tratado pela nossa Casa de Leis, especialmente pela Comissão de Segurança. O que nos preocupa muito é que  Mato Grosso vem sempre aparecendo entre os cinco estados que mais violentam e matam mulheres no Brasil. Precisamos abordar esse tema e enfrentar juntos. Abordar essa temática nas escolas, através de educação e combater a violência doméstica e o feminicídio”, disse.

Janaina aproveitou sua fala para apresentar duas moções de repúdio a atos de violência cometidos por adultos contra crianças, uma delas autista, em Cuiabá.

“Apresento também duas moções de repúdio, a um pai que bateu em uma criança autista porque brigou com o seu filho e, à uma mãe, uma mulher, que bateu em uma criança na quadra de um condomínio dm Cuiabá, porque a criança entrou em discussão com o seu filho. Aonde a gente vai chegar com tanta violência? Especialmente contra crianças ou mulheres, e eu quero incluir nessa colocação  os idosos também. Que vem crescendo no estado de Mato Grosso em todo o Brasil”, finaliza.

Ao final de sua fala, a parlamentar pediu que os deputados que fizessem um minuto de silêncio por Cristiane. “Solicito, se possível, até o final da sessão, um minuto de silêncio para homenagearmos não só a Cristiane, uma advogada, uma mulher independente que criava seu filho sozinho e desde que perdeu seu marido para Covid, mas por todas as mulheres mortas no estado de Mato Grosso esse ano, vítimas de feminicídio”, finalizou.