Sábado, 22 de Junho de 2024

POLÍTICA Domingo, 29 de Novembro de 2020, 15:56 - A | A

Domingo, 29 de Novembro de 2020, 15h:56 - A | A

2º TURNO DAS ELEIÇÕES EM CUIABÁ

Emanuel admite abrir diálogo com Mendes caso eleito e aponta crescimento nesta reta final

Marisa Batalha/O Bom da Notícia/Com Assessoria

Depois de votar neste domingo (29), na unidade montada no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o prefeito emedebista, Emanuel Pinheiro, que busca a reeleição neste segundo turno do pleito, admitiu a possibilidade de abrir diálogo com o governador democrata, Mauro Mendes, caso ganhe a eleição. 

Tarefa que o gestor cuiabano admite que não será fácil, se for levado em consideração as inúmeras e contínuas trocas de farpas entre eles. Asseverando que, contudo, como ambos são as duas maiores autoridades, do estado, independente de serem amigos, precisam ter uma postura civilizada e institucional. E, assim, precisam retomar o diálogo sobre os projetos, investimentos e a parceria, como forma de 'atender a mais importante cidade do estado, que é a Capital'.

Após votar neste domingo no Dnit, Emanuel Pinheiro admitiu a possibilidade de abrir diálogo com o governador democrata, Mauro Mendes, caso ganhe a eleição.

Situação que pode ocorrer já que ainda neste domingo, após votar na Universidade Federal de Mato Grosso, o governador democrata, igualmente, revelou sobre sua disposição de dialogar com todos os prefeitos de Mato Grosso, e na capital com o ganhador, indiferente quem seja. Admitindo que, entretanto, como o voto é um direito individual ele, claro, teria votado no candidato do Podemos, Abílio Junior, para quem declarou apoio, nesta segunda rodada da corrida eleitoral.

E para não 'perder o costume', confidenciou sobre sua 'dificuldade de trabalhar com prefeitos desonestos'.

"Como cidadão tenho o direito de me manifestar. Já havia dito que votaria no Abílio, mas estou preparado para trabalhar para o cidadão mato-grossense, não para prefeitos. Eu vou continuar trabalhando para o governo prestar bons serviços independente de ser meu aliado ou meu amigo. Agora eu sempre disse, tenho dificuldade de trabalhar com prefeitos desonestos".

Campanha propositiva

Aos jornalistas, Pinheiro ainda revelou que realizou uma campanha propositiva, com proposta de alto nível, e com respeito a população cuiabana e Cuiabá. Mostrando os feitos da nossa gestão, e as propostas para os próximos 4 anos.

Ainda agradecendo a população por levá-lo ao segundo turno, voltanddo a destacar a realização de uma campanha "propositiva e de alto nível".

Pinheiro também lembrou que no primeiro turno enfrentou sete candidatos, além do governador Mauro Mendes (DEM).

"O primeiro turno foram todos contra Emanuel e ainda, tendo o governador se posicionando  duramente contra a nossa candidatura. Mas seguimos humildemente, com o povo ao nosso lado, sempre buscamos o apoio popular [...] Crescemos nesta semana e nosso adversário estacionou e teve uma queda. Estamos entusiasmado, com muita energia positiva e muita fé em Deus", comentou o prefeito. 

Por fim, o emedebista aconselha o seu adversário a ter mais humildade no trato com as pessoas e se preparar para a vida pública. "Falta humildade, equilíbrio, experiência, um preparo maior. Ao invés de buscar o poder pelo poder, poderia buscar conhecer Cuiabá se preparar, ter mais humildade e dialogar com a população e apresentar-se como candidato que tenha condições equilíbrio e controle para administrar uma cidade tão promissora como  a nossa.  Temos que ter humildade,  a vontade do povo é soberana, mas estamos muitos felizes por chegarmos até aqui", agradeceu Emanuel. (Com informações da Coligação 'A Mudança Merece Continuar')