Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

POLÍTICA Sábado, 22 de Junho de 2024, 16:24 - A | A

Sábado, 22 de Junho de 2024, 16h:24 - A | A

MODAL

‘Emanuel mente mais do que respira’, diz Dilemário ao defender Mendes por venda de vagões

“Emanuel mente mais do que respira”, disse Dilemário ao defender governador pela venda dos vagões do VLT

O vereador Dilemário Alencar (UB) saiu nesta sexta-feira (21) em defesa do governador Mauro Mendes (UB) contra a fala do prefeito Emanuel Pinheiro (MD) onde narrou que a venda dos vagões do VLT para o governo da Bahia foi uma facada nas costas do povo cuiabano.

“O prefeito Emanuel Pinheiro mente mais do respira! Na verdade, quem deu facada nas costas do povo foi ele, pois como deputado estadual, membro da comissão de fiscalização das obras da Copa de 2014, ficou omisso diante ao maior escândalo de corrupção que aconteceu em Mato Grosso. Ele ficou caladinho o tempo inteiro com a roubalheira que existiu no VLT. Que moral ele tem para criticar a venda dos vagões?”, questionou o vereador Dilemário.

“Como vereador de Cuiabá não posso ficar calado diante as baboseiras constantes que saem da boca do prefeito! A omissão de Emanuel em não fiscalizar a roubalheira do VLT trouxe enormes prejuízos para Cuiabá”, disse o vereador oposicionista.

Nesta semana, o governador Mauro Mendes comemorou a venda dos vagões do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) por R$ 793,7 milhões ao Governo da Bahia. Para ele, foi uma "oportunidade que caiu do céu". O acordo entre os governos foi mediado pelo Tribunal de Contas da União (TCU).
“Se o prefeito tivesse um pouco de sensatez, deveria aplaudir a iniciativa da venda dos vagões, pois vai diminuir o prejuízo causado com a roubalheira do VLT, que foi mais de R$ 1 bilhão. Aliás, cadê o VLT Cuiabano que o prefeito disse que iria construir? Emanuel Pinheiro só vive de balelas!”, disparou o vereador Dilemário.