Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020, 08:05 - A | A

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020, 08h:05 - A | A

INVESTIGAÇÃO

Fávaro cobra apuração da PF sobre furto na UFMT e defende campanha de arrecadação

O Bom da Notícia

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) anunciou que irá cobrar uma rápida e eficiente apuração por parte da Polícia Federal para chegar aos responsáveis pelo furto de diversos equipamentos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), ocorrido na madrugada desta quinta-feira (17). Foram levados equipamentos do projeto Agência Toca, uma agência experimental de comunicação que integra alunos dos cursos de Publicidade, Jornalismo, Radialismo e Cinema e Audiovisual.

Os criminosos levaram equipamentos como computadores de mesa, notebooks e uma impressora, materiais usados no projeto, que recentemente venceu uma competição nacional de comunicação. Parte do que foi levado, inclusive, foi obtido por meio de doações. Por este motivo, o senador fez um pedido para que a sociedade se mobilize em uma campanha de arrecadação para que o que foi levado seja reposto.

Na semana passada, os estudantes que integram o projeto venceram a categoria “Comunicação e Inovação” da Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), que faz parte de um dos eventos mais importantes da área no país, mais um motivo, pontua o parlamentar, para que haja uma mobilização em prol da arrecadação de novos equipamentos. “É lamentável a ocorrência deste ato criminoso. Este trabalho precisa ter continuidade e não pode ser interrompido por conta deste crime”.