POLÍTICA Sábado, 28 de Dezembro de 2019, 12:13 - A | A

ELEIÇÕES 2020

Gilberto Figueiredo admite disputar a Prefeitura de Cuiabá

O Bom da Notícia

Considerado homem forte no governo Mauro Mendes (DEM), o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo (PSB), admitiu o desejo de disputar a Prefeitura de Cuiabá em 2020 com o apoio do governo do Estado. Figueiredo confirmou que se filiará ao Democratas durante a janela partidária de março do ano de 2020 e que colocou o seu nome à disposição para Mauro Mendes, que deseja indicar uma candidatura para derrotar o seu rival, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), nas urnas.

 

“O próprio governador e a direção do DEM já deixaram claro que vão discutir isso em março [candidatura]. Eu nem sou filiado no DEM, não tenho nenhuma legitimidade ou autoridade para falar pelo DEM. Então meu nome está sendo ventilado, o próprio DEM fala no meu nome”, disse o secretário. 

 

Figueiredo também afirma que não disputará a reeleição para a Câmara de Vereadores da Capital, da qual está licenciado do mandato de vereador desde novembro do ano passado quando passou a integrar a equipe de transição de Mauro Mendes. Para ele, seria ‘inconveniente’ deixar a pasta de Saúde do Estado para voltar ao mandato. 

 

“Quando eu aceitei o desafio é porque eu achava que seria muito mais útil do que um vereador de oposição na Câmara. Então eu não serei candidato a reeleição. Se eu for candidato a alguma coisa na próxima eleição, a única chance é ser candidato a prefeito”, explicou. 

 

Gilberto também disse que, caso não seja candidato, permanecerá no cargo até quando for conveniente para ele e para Mendes. ‘Enquanto existir essa convergência entre eu e ele, eu continuo na pasta. Mas não é definitivo. O ano que vem é ano que vem. O meu compromisso foi neste primeiro ano trabalhar pra Saúde e estou trabalhando para cumprir isso. Mas ano que vem é uma outra conversa’. 

 

Figueiredo coordenou a transição na área de Mauro Mendes, que o indicou para a pasta, que era considerada a mais crítica do Estado, já que a gestão Pedro Taques (PSDB) deixou vários repasses atrasados e com hospitais quase fechando. Gilberto Figueiredo foi secretário municipal de Cuiabá durante o governo Mauro Mendes (2013-2016), sendo eleito vereador em 2016 com 4.299 votos.



Imprimir

Comentários