Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 17 de Outubro de 2023, 19:18 - A | A

Terça-feira, 17 de Outubro de 2023, 19h:18 - A | A

EM NOVEMBRO

Governador lidera missão à China e Índia para abertura e consolidação de mercados para MT

Objetivo da viagem é mostrar as oportunidades de investimento em Mato Grosso, que é o Estado que mais produz alimentos e preserva o meio ambiente

Da Redação do O Bom da Notícia/Com Assessoria

O governador Mauro Mendes vai chefiar uma missão para China e Índia, de 03 a 16 de novembro, com representantes dos setores produtivo e industrial, para promoção de Mato Grosso visando abertura, diversificação e consolidação de mercado na China, além de apresentar oportunidades de comércio e investimentos aos indianos.

“É papel do Estado fazer o trabalho de abrir as portas para que empresas e produtores tenham a oportunidade de expandir seus negócios e, com isso, gerar renda e emprego para a população de Mato Grosso. Vamos mostrar aos países asiáticos, em especial China e Índia, que Mato Grosso é um grande produtor de alimentos e que preserva 62% de seu território, e com isso, viabilizar mais projetos e investimentos para nosso Estado”, afirmou Mauro Mendes.

Na China, o Governo de Mato Grosso participará da China Internacional Import Expo (CIIE), com estande de 54m² no pavilhão de alimentos e agricultura. Dentre os produtos apresentados estão o MT Steak, o passaporte verde, e espaço de degustação pelo Instituto Mato-grossense de Carne (Imac), que irá mostrar a qualidade do nelore mato-grossense.

Farão parte da comitiva do Governo de Mato Grosso os secretários César Miranda (Desenvolvimento Econômico), Rogério Gallo (Fazenda) e Laice Souza (Comunicação), a assessora internacional Rita Chiletto e o ajudante de ordens Ricardo Mendes. A primeira-dama Virginia Mendes acompanhará o governador e custeará todas as despesas da viagem com recursos próprios.

Deputados estaduais também estarão na delegação de Mato Grosso.

Entidades como a Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Associação de Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Associação de Criadores de Suínos (Acrismat), Associação de Produtores de Associação dos Produtores de Feijão, Pulses, Grãos Especiais e Irrigantes (Aprofir), Associação de Produtores de Sementes (Aprosmat), Famato e Sebrae irão compor a comitiva para promover a produção sustentável de soja e milho, buscar abertura do mercado de gergelim e feijão, além da habilitação de novas plantas frigoríficas suínas, entre outros projetos de investimentos para ampliar o comércio entre os dois países.

Programação

De 3 a 8 de novembro, a comitiva estará em Shangai para execução de seminários, rodadas de negócios, estimular e promover o comércio e a atração de investimentos entre o Estado de Mato Grosso e a China, além da participação da CIIE.

Entre 8 e 10 de novembro, a delegação se desloca para a cidade de Haikou, reconhecidamente o maior porto de livre comércio do mundo. O objetivo é conhecer um pouco das políticas que estão impulsionando o desenvolvimento comercial e atração de investimentos associados à sustentabilidade na região.

Na sequência, de 10 a 12 de novembro, a agenda será de visitas técnicas nos principais ambientes de tecnologia, inovação e ciência, com empresas e indústrias na cidade de Shenzhen.

De 12 a 16 de novembro, a comitiva se desloca para Nova Delhi, na Índia, a primeira missão oficial de Mato Grosso ao país, cuja proposta é de uma visita de prospecção. Serão promovidas reuniões com representantes de governo e empresariais, além de visitas técnicas. Também está prevista a participação da delegação na Índia International Trade Fair (IITF) e a realização do Invest In Mato Grosso, evento que terá o intuito de apresentar oportunidades de negócios e investimentos no Estado.

O Invest In Mato Grosso será uma realização do Governo de Mato Grosso, com entidades e empresas presentes na delegação, e conta com apoio do Governo brasileiro na Índia, além da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEXBRASIL). O objetivo será o de apresentar oportunidade de comércio e investimentos.