Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 05 de Março de 2024, 10:50 - A | A

Terça-feira, 05 de Março de 2024, 10h:50 - A | A

AFASTADO PELO TJ-MT

Impeachment de Emanuel por chefiar organização criminosa é procotolado na Câmara de Cuiabá

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

O vereador Fellipe Corrêa (Cidadania) protocolou na Câmara de Cuiabá novo pedido de abertura de comissão processante para cassar o mandato do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), afastado do cargo por 180 dias nesta segunda-feira (4) por decisão do Desembargador Luiz Ferreira da Silva a pedido do Ministério Público Estadual, sob acusação de chefiar uma organização criminosa na Saúde Municipal.

Além deste pedido de cassação, fundado na decisão que afastou Emanuel Pinheiro apontando-o como líder da organização criminosa investigada em 16 operações policiais, outros dois pedidos de impeachment do vereador contra o prefeito ainda precisam ser votados: um sobre a reprovação das contas de 2022, e o outro pelo descumprimento do Executivo da obrigação legal de responder os requerimentos de informações dos parlamentares.

O novo requerimento deve ser lido na sessão desta terça-feira e votado na próxima quinta-feira, e é o quinto pedido de cassação contra o prefeito protocolado por Fellipe Corrêa - dois já foram arquivados por maioria de votos dos vereadores, o primeiro com base na Operação Capistrum, que afastou Emanuel do cargo em 2021, e o segundo pela “Lei do Calote”, que pediu autorização para parcelar as dívidas previdenciárias da Prefeitura.