Domingo, 19 de Maio de 2024

POLÍTICA Domingo, 18 de Fevereiro de 2024, 08:30 - A | A

Domingo, 18 de Fevereiro de 2024, 08h:30 - A | A

ELEIÇÃO

Janaina recusa convite para ser vice de Botelho, mas defende presença feminina na chapa

Silvano Costa / Especial para O Bom da Notícia

A deputada Janaina Riva (MDB) recusou convite do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (União Brasil), para ser sua vice na chapa que irá disputar a Prefeitura de Cuiabá no fim deste ano. 

"Ele perguntou para mim se eu queria ser vice, mas disse que preferia ficar aqui na Assembleia", disse a deputada em entrevista à jornalistas.

A parlamentar não esconde seu desejo de concorrer ao senado em 2026. Além disso, é provável que, com a saída de Botelho da Assembleia, ela assuma a cadeira presidencial. 

Apesar da negativa ao convite, Janaina comemorou a escolha de Eduardo Botelho para ser o candidato do União Brasil, feita pelo governador e líder do partido Mauro Mendes. Ainda, a emedebista disse que Botelho se "dará bem" com uma vice mulher, se for o caso.

Janaina disse que é um desejo mútuo entra ela e Botelho o de ter uma mulher como vice da chapa comandada pelo UB. A deputada citou as vereadoras Michelly Alencar (União Brasil) e Maysa Leão (Republicanos), e a médica Natasha Slhessarenko (PSB) como fortes nomes femininos.

 "Eu gostaria que fosse uma mulher e ele [Botelho] também. Como não teve um acordo em relação a isso ainda, abre precedente para buscar nomes e filiações de mulheres, porque sei que tem várias, especialmente dentro dos partidos. Tem ótimos nomes como a Michelly, Maysa e a própria Natasha". 

Citada por Janaina, o site O Bom da Notícia trouxe que Maysa Leão também recebeu um convite para ser vice de Eduardo Botelho.