Sábado, 13 de Julho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 14:10 - A | A

Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 14h:10 - A | A

Caos sem fim na saúde

Luiz Fernando denuncia obras lentas em Policlínicas de Cuiabá ao MP

Da Redação do O Bom da Notícia/com Assessoria

O vereador Dr. Luiz Fernando protocolizou nova denúncia ao Ministério Público de Mato Grosso, apontando a lentidão e até paralisação das obras nas policlínicas do Planalto e Coxipó, em Cuiabá. Segundo o parlamentar, o atraso nas reformas está prejudicando gravemente o atendimento à população, causando um aumento significativo no tempo de espera para consultas médicas. “O descaso com as obras em duas importantes policlínicas gera um imenso impacto na rede pública, hoje o tempo de espera triplicou nas Upas (Unidades de Pronto Atendimento) do Leblon, Verdão e Morada do Ouro, os pacientes esperam em média de 6 a 7 horas para ter acesso a um médico, tempo longo demais, em se tratando de atendimento de urgência e emergência”, relata.

Ainda segundo o parlamentar as obras nas policlínicas iniciadas pela equipe de intervenção no início do segundo semestre de 2023 já deveriam estar concluídas. “Quando a intervenção anunciou a reestruturação nas policlínicas, atendeu a recomendação da Vigilância Sanitária do próprio município, à época foram listadas mais de 250 irregularidades em ambientes completamente insalubres para pacientes e servidores. A intervenção agiu corretamente, fez o que o prefeito deveria ter feito frente as graves precariedades das policlínicas, mas não é um gestor capaz nem para concluir as obras iniciadas, lamentável”, define o vereador.

No teor da denúncia entregue em mãos ao Promotor Milton Mattos, o vereador inclui ainda um roteiro de falta de medicamentos e médicos nas Upas e UBS (Unidades Básicas de Saúde). “O promotor antecipou que tem conhecimento da falta de recursos financeiros da prefeitura, o que inclui até o descumprimento da Loa (Lei Orçamentária Anual) e tal situação impede o devido abastecimento das unidades e finalização das obras, no entanto o promotor se comprometeu a fazer in loco novas vistorias para que medidas e soluções sejam encontradas em favor da população.

O vereador destaca ainda o impacto positivo que teria na saúde de Cuiabá a finalização das obras nas policlínicas. “A reestruturação prevê a ampliação das especialidades médicas e o aumento no número de médicos. Teriam nessas unidades pneumologia, urologia, otorrinolaringologia e ortopedia. E a abertura de um Centro Especializado de Odontologia (CEO) na Policlínica do Coxipó, além da instalação de um aparelho de ultrassonografia. Já o prédio da Policlínica do Planalto deve ser ampliado para abrigar um Centro de Especialidades Médicas (CEM), que deveria ofertar atendimento de oftalmologia, otorrinolaringologia, ortopedia, entre outros”, relembra.

A denúncia do Dr. Luiz Fernando se soma às críticas crescentes contra o prefeito Emanuel Pinheiro, que já responde a várias investigações. “Pinheiro é alvo da 20ª operação da polícia, que apura irregularidades em sua gestão. A má condução das obras nas policlínicas é mais um capítulo na série de problemas que têm caracterizado seu mandato. Acredito na seriedade do Ministério Público, que pressiona os gestores da saúde de Cuiabá a exercerem ações mais aceleradas frente ao caos. Defendo que a saúde é um direito básico de todo cidadão. Não podemos aceitar que a incompetência e a corrupção continuem prejudicando a vida das pessoas”, reitera.