Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 11 de Novembro de 2020, 13:04 - A | A

Quarta-feira, 11 de Novembro de 2020, 13h:04 - A | A

ELEIÇÕES 2020 EM CUIABÁ

"Não acredito que o povo vai colocar um prefeito que nos envergonhou com o escândalo do paletó", diz Mendes

Rafael Martins/O Bom da Notícia

Adversário político declarado do prefeito e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB), o governador Mauro Mendes (DEM) não esconde torcer e trabalhar pela derrota do emedebista no pleito municipal deste ano. Apoiador de Roberto França (Patriota), Mendes afirmou em uma live na internet, nesta quarta-feira (10), que e o grande índice de indecisos pode colocar Roberto França como o primeiro ou o segundo mais votado no dia 15, contrariando as pesquisas de intenção de votos.

O democrata observa que a eleição será definida na véspera da votação. 

Eu não acredito que a maioria do povo cuiabano vai colocar lá uma pessoa que nos envergonhou a nível nacional pelo escândalo do paletó

“Essa semana vai esquentar o tom da política, mas vai esquentar também a percepção do eleitor, por  isso não se surpreendam se muitas dessas pesquisas estiveram erradas e é possível, por exemplo,  até, na minha opinião, Emanuel Pinheiro não ir para o segundo turno. [...] Acredito até que ele não vá para o segundo turno por conta desses episódios e por conta de uma administração que foi duvidosa. [...] Ainda tem muita gente indecisa, muita gente pode mudar de voto, é muita gente para se definir. Então não se surpreenda se tiver surpresa [...] Eu não acredito que a maioria do povo cuiabano vai colocar lá uma pessoa que nos envergonhou a nível nacional pelo escândalo do paletó”, observou.

Emanuel não vai ao segundo turno

O democrata declarou ainda, que não acredita que Emanuel vá ao segundo turno, devido ao escandalo do 'paletó'. 

“O futuro político dele [Emanuel] e de qualquer um que rouba dinheiro público, é a prisão. Espero que a Justiça desse País, que o Ministério Público sejam mais rápidos. Porque não dá para aguentar ver um escândalo como o do paletó e até hoje não acontecer nada [...] O Governo do Estado está em dia. Eu peguei um Estado quebrado há um ano e meio e o consertei. O atual prefeito [Emanuel Pinheiro] pegou uma Prefeitura com tudo em dia e quebrou em quatro anos. Isso não merece continuar. Além de todas as demais confusões ligadas à corrupção [...] As pesquisas mostram que ele [Emanuel] tem no máximo 25%. Alguém que é prefeito, que está há quatro anos como prefeito, que está fazendo campanha o tempo inteiro, que está gastando um rio de dinheiro na campanha e só chega a 25%, não vai ganhar uma eleição.”, afirmou.

O governador declarou que Roberto França é o candidato mais preparado para pegar a "bucha" que será administrar Cuiabá “após esse terremoto dessa administração e o caos financeiro que ela vai deixar”.

"Estou participando [da campanha do França] na medida do possível. Meu maior papel nesse momento é ser governador do Estado de Mato Grosso. Foi esse o compromisso que assumi com a população. Essa semana eu já participei de dois atos em prol da campanha do Roberto França e do Carlos Fávaro [postulante ao Senado]. Tenho direito de fazer isso à noite. Durante o dia tenho que trabalhar para o Estado", finalizou

O candidato Roberto França é o entrevistado desta quinta-feira (12), da live do O Bom da Notícia.