Terça-feira, 23 de Julho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 17 de Outubro de 2023, 18:32 - A | A

Terça-feira, 17 de Outubro de 2023, 18h:32 - A | A

"MAURO BATERÁ O MARTELO"

Presidente da Assembleia diz que definição sobre sua permanência no UB deve ocorrer até fim de outubro

Evelyn Siqueira/ O Bom da Notícia

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (UB) garantiu que até o final do mês de outubro deverá ocorrer a definição sobre sua saída ou permanência no União Brasil.  

De acordo com Botelho, o senador Jayme Campos ficou responsável por organizar uma reunião com o diretório estadual para decidir o destino do líder do Legislativo estadual. 

“Preciso resolver a minha situação dentro do União Brasil, sendo assim pedi para o senador Jayme Campos realizar uma reunião do partido, possivelmente ainda este mês antes do governador viajar, para que possamos neste reunião criar uma definição ou a liberação da minha saída”, disse

Afirmando que tem mantido contato apenas com seus apoiadores na sigla, Botelho admitiu que tem evitado conversar com o governador Mauro Mendes, igualmente, presidente do diretório estadual do União Brasil e grande influenciador no diretório de Cuiabá. Sob o argumento, que o Chefe do Executivo será o responsável por ‘bater o martelo’ sobre a sua permanência no partido, assim, quer evitar quaisquer pressões.

“Não tive mais nenhuma conversa com o governador  sobre a possibilidade de ser o candidato do partido, pois apenas tenho conversado com aquelas pessoas que me apoiam, que é o deputado Júlio Campos,o senador Jayme Campos, os deputados Dilmar Dal Bosco, Sebastião Resende e fora eles não tenho conversado com mais ninguém. E quem está detendo o poder em Cuiabá da definição, é o governador Mauro Mendes, ou seja, no final das contas quem baterá o martelo será ele [Mendes]”, pontuou

Vale lembrar que Botelho havia confirmado durante entrevista a Rádio Cultura FM, no mês de setembro, que deve migrar para o Partido Social Democrático (PSD), caso não consiga viabilizar sua pré-candidatura dentro do União Brasil. Já que o presidente do diretório estadual e governador do Estado, Mauro Mendes, declarou publicamente preferência pela pré-candidatura do deputado federal licenciado, e secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia.