Segunda-feira, 20 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 12 de Março de 2024, 09:54 - A | A

Terça-feira, 12 de Março de 2024, 09h:54 - A | A

DE OLHO EM OBRAS

Presidente Lula visita, em breve, Mato Grosso e outros quatro estados brasileiros

R7 e Agência do Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visita nas próximas semanas Mato Grosso e outros diversos estados como Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Mato Grosso do Sul. A ideia é que o petista possa acompanhar o andamento das obras do governo federal pelo país. O Palácio do Planalto e o Itamaraty planejam ainda uma viagem para o Chile e a Colômbia.

A informação foi dada pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa. Lula havia dito que, em 2024, a intenção era viajar pelo país e diminuir o ritmo dos compromissos internacionais. Nesse sentido, o petista vai cumprir agenda em estados pouco visitados até o momento. Além disso, o presidente planeja percorrer regiões estratégicas com vistas às eleições municipais.

Nos estados, Lula vai visitar as obras em andamento do governo federal, em especial as que compõem o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado no ano passado pelo governo.

A iniciativa prevê investimentos em construções de infraestrutura nas 27 unidades da federação, que podem chegar a pelo menos R$ 1,7 trilhão, sendo R$ 1,4 trilhão até 2026 e R$ 320,5 milhões após este ano.

De acordo com o governo federal, os investimentos previstos no novo PAC contam com recursos do Orçamento da União (R$ 371 bilhões), do orçamento de empresas estatais (R$ 343 bilhões), de financiamentos (R$ 362 bilhões) e do setor privado (R$ 612 bilhões).

O Executivo dividiu essa versão do PAC em nove eixos de atuação: inclusão digital e conectividade; saúde; educação; infraestrutura social e inclusiva; cidades sustentáveis e resilientes; água para todos; transporte eficiente e sustentável; transição e segurança energética; e defesa.

Viagens internacionais

Neste ano, Lula teve diversos compromissos internacionais. Os primeiros foram Egito e Etiópia, realizadas após o Carnaval. Depois, cumpriu agenda em Guiana e São Vicente e Granadinas. Agora, a próxima viagem deve ser para o Chile e para a Colômbia. A ideia é que o petista possa se encontrar com os presidentes Gabriel Boric e Gustavo Petro, respectivamente, e alavancar as parcerias entre as nações.

Lula terminou 2023 tendo viajado a 24 países, ficando 75 dias fora do Brasil. Durante sua ausência, o vice, Geraldo Alckmin, assumiu a Presidência da República. O petista não saiu do Brasil apenas em março e outubro, sendo esse último mês o período em que se recuperava de uma cirurgia no quadril direito, realizada no fim de setembro. No ano passado, Lula teve agendas oficiais em 18 estados do Brasil.