Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 09 de Janeiro de 2024, 18:44 - A | A

Terça-feira, 09 de Janeiro de 2024, 18h:44 - A | A

FIM DE QUEDA DE BRAÇO

Reunião sobre diretório de Cuiabá termina sem definição, mas deputada diz que MDB achará consenso

Marisa Batalha/ O Bom da Notícia

O MDB em Mato Grosso começa a dar sinais de estar, de fato, buscando uma alternativa que coloque fim a queda de braço na briga interna que vem ocorrendo, já há um certo tempo, no diretório da sigla, em Cuiabá.

À imprensa nesta terça-feira(09), a deputada Janaina Riva acenou com a possibilidade real de que ocorra um desfecho que agrade a todos. Após reunião realizada na casa do ex-deputado federal Carlos Bezerra - que comanda o diretório do MDB em Mato Grosso -, com a presença além dela, igualmente, do deputado federal Emanuelzinho e do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat.

Esta primeira reunião serviu - conforme Janaina Riva -, para que fossem iniciadas as conversações que buscam contemplar os dois grupos que veem mantendo uma verdadeira queda de braço para ver quem, ao final, vai comandar o diretório da capital, principalmente, com a proximidade das eleições municipais. 

Ao assinalar, contudo, que por enquanto não houve uma decisão sobre quem comandará o diretório de Cuiabá. Com também este não foi o objetivo deste primeira encontro.

"A reunião de hoje não foi feita para se definir, agora, um nome, mas foi marcada pela decisão de tentarmos um consenso dentro do partido. Sobretudo, fazer todo o esforço para encontrar este consenso. O Emanuelzinho ficou de pensar a respeito e nós também ficamos de pensar a respeito. E a partir de agora faremos outras reuniões. Então não houve uma definição, mas houve uma boa reunião, de muita conversa, e com um encaminhamento de achar uma alternativa que contemple a todos".

Só para lembrar, já há algum tempo vem ocorrendo um verdadeiro 'cabo de guerra' interno dentro do MDB. De um lado, um grupo realizando a defesa do nome da deputada Janaina Riva para o comando da presidência. Do outro lado, correligionários ligados a Emanuel Pinheiro que tentam emplacar o nome do deputado federal, Emanuelzinho, filho do ao prefeito, no comando do diretório.

A queda de braço ficou tão acirrada que a direção nacional do partido chegou a apontar a possibilidade de emplacar Emanuelzinho, com o aval do do presidente da agremiação, Baleia Rossi. Com a interferência de Bezerra a tentativa foi interrompida e agora os grupos buscam uma saída que seja favorável aos dois lados.

Esperançosa de que, ao final, ocorra um consenso, a deputada emedebista ainda disse à jornalistas que 'nas próximas semanas os membros da sigla vão estar unidos, tentando viabilizar um acordo que contemple a todos e coloque um fim a um imbroglio que se arrasta há meses'.

Mas até que se encontre uma alternativa que, de fato, agrade a todos, e já em ano eleitoral, o diretório da Capital segue sem comando. Mas, enfim, pelo menos com previsão de uma definição democrática.