Terça-feira, 16 de Julho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 15:57 - A | A

Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 15h:57 - A | A

GREVE

Serviços cirúrgicos no HMC e São Beneditos são paralisados por falta de pagamento de anestesistas

Da Redação do O Bom da Notícia

Serviços de anestesia para procedimentos cirúrgicos do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e São Benedito foram suspensos por falta de pagamento da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que atualmente é gerida pelo Gabinete de Intervenção do governo do Estado. As dívidas são referentes aos serviços prestados no mês de fevereiro e novembro de 2023, que totalizam R$ 1.231.071,12.

Por meio de nota, o Gabinete de Intervenção explicou que quando assumiu a gestão da saúde havia três pagamentos em aberto dos meses de dezembro de 2022, janeiro e fevereiro de 2023. Porém, a intrevenção teria pago os meses de dezembro e de janeiro, deixando em aberto apenas o mês de fevereiro para negociação.

"Os pagamentos de serviços prestados durante o período de intervenção estão em dia. Os valores referentes a novembro de 2023 estão em fase de instrução de processo, rito obrigatório para pagamento e que está dentro do prazo. Conforme decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o Gabinete tem priorizado o pagamento dos serviços prestados durante a intervenção e está concluindo o planejamento para a quitação dos débitos anteriores", diz a nota

Nota Integra

Sobre a paralisação dos serviços da Cooperativa de Médicos Anestesiologistas do Estado de Mato Grosso (Coopanest-MT) nos hospitais da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), Gabinete Estadual de Intervenção na Saúde de Cuiabá esclarece: Sobre a paralisação dos serviços da Cooperativa de Médicos Anestesiologistas do Estado de Mato Grosso (Coopanest-MT) nos hospitais da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), Gabinete Estadual de Intervenção na Saúde de Cuiabá esclarece: 
• Os pagamentos de serviços prestados durante o período de intervenção estão em dia. Os valores referentes a novembro de 2023 estão em fase de instrução de processo, rito obrigatório para pagamento e que está dentro do prazo. 
• A Cooperativa tinha três pagamentos em aberto quando o Gabinete assumiu a gestão da Saúde: dezembro de 2022, janeiro e fevereiro de 2023. Mesmo diante do cenário caótico em que se encontrava a Saúde Municipal, o Gabinete realizou o pagamento dos meses de dezembro e de janeiro, ficando o mês de fevereiro para posterior negociação. 
• Conforme decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o Gabinete tem priorizado o pagamento dos serviços prestados durante a intervenção e está concluindo o planejamento para a quitação dos débitos anteriores.