Sábado, 15 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 16 de Novembro de 2020, 11:21 - A | A

Segunda-feira, 16 de Novembro de 2020, 11h:21 - A | A

PEDE APOIO DE MENDES

"Vou enfrentar neófitos, malucos e imaturos neste 2º turno", lamenta Emanuel

O Bom da Notícia

Prefeito de Cuiabá e candidato a reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), concedeu na manhã desta segunda-feira (16), uma coletiva virtual aos jornalistas da Capital. Pinhneiro afirmou que vai adotar como estratégia no segundo turno a desconstrução da chapa adversária encabeçada pelo candidato Abílio Júnior (Podemos). Emanuel classificou seus adversários como “neófitos, inexperientes,  imaturos e verdadeiros malucos”.

“No segundo turno terei como desconstruir toda má-fé, mentiras, fake news e a baixaria protagonizadas por esse grupo de neófitos, inexperientes, imaturos, verdadeiros malucos, e que representam risco para a nossa cidade. Temos que proteger Cuiabá”, disse Emanuel em live.

Questionado sobre  o possível apoio do governador Mauro Mendes (DEM) a seu adversário no segundo turno na Capital, Abílio Junior (Podemos), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro(MDB), que está na disputa pela reeleição, comentou em coletiva online nesta segunda-feira (16), que apesar de suas diferenças políticas com o chefe do Executivo estadual, ele espera que Mauro o apoie e não esteja ao lado do concorrente.

“Independente de divergências, o govenador Mauro Mendes, ele ama Cuiabá e como governador ele vai cumprir compromissos que tem com Cuiabá. Sei que ele ama Cuiabá e não acredito que ele possa apoiar uma chapa que nunca plantou uma árvore na nossa cidade, uma chapa de imaturos. Não acredito que ele vá entregar o destino das famílias cuiabanas a essas pessoas”, declarou.

Emanuel concluiu dizendo que apesar de não acreditar, ele não pode interferir na decisão do governador.

O emedebista ainda aproveitou para dizer que quer o apoio da terceira colocada na disputa em Cuiabá, Gisela Simona (Pros) e dos eleitores dela, assim como dos demais concorrentes que teve no primeiro turno.

Na manhã desta segunda-feira, Abílio foi ao Palácio Paiaguás buscar o apoio do governador.

No domingo de eleição Mauro Mendes mandou recado a Abílio recomendado que evite a arrogância, já que política não se faz sozinho.

Emanuelzinho

Pinheiro também falou sobre a derrota de Emanuelzinho em Várzea Grande. "Ele [Emanuelzinho] é jovem, é deputado federal, tem 25 anos e conseguiu marcar espaço em Várzea Grande. Hoje ele conhece Várzea Grande nas palmas das mão. Ele plantou um espaço nestas eleições, assim, valeu muita a experiência. Emanuelzinho assegurou 12% dos votos em Várzea Grande e está com gás total, de um jovem que mostrou que quer fazer muito pela baixada cuiabana", finalizou.