Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 11 de Setembro de 2020, 11:54 - A | A

Sexta-feira, 11 de Setembro de 2020, 11h:54 - A | A

UNINDO FORÇAS

Wellaton decide compor com Abílio, em dobradinha forte na disputa pela Prefeitura de Cuiabá

Marisa Batalha/O Bom da Notícia

O vereador e pré-candidato do Podemos, Abílio Junior, deve anunciar daqui a pouco, nesta sexta-feira(11), a decisão de ter como vice seu colega de parlamento e, igualmente pré-candidato do Cidadania, Felipe Wellaton.

A informação dada ao site O Bom da Notícia, deve cair como 'uma bomba' na corrida eleitoral ao comando do Palácio Alencastro. Uma vez que ambos - Abílio e Wellaton - têm conseguido uma boa performance nas pesquisas de intenções de votos na capital.

Inclusive, em pesquisas divulgadas, recentemente, por alguns institutos que dão um certo 'favoritismmo' ao prefeito Emanuel Pinheiro(MDB) e que, no entanto, colocam na condição de terceiro lugar Abílio Junior. E ainda apontando o crescimento e a cristalização do nome de Wellaton na disputa pela prefeitura .

Um 'favoritismo', conforme os adversários de Pinheiro, em relatórios que nunca apontam, de fato,  o número exato da rejeição do prefeito emedebista, que pode chegar a casa dos 50%.

Um 'favoritismo', conforme os adversários de Pinheiro, em relatórios que nunca apontam, de fato,  o número exato da rejeição do prefeito emedebista, que pode chegar a casa dos 50%.

O próprio vice de Emanuel, Niuan Ribeiro(Podemos) chegou a apontar o alto índice de rejeição do prefeito, em live realizada esta semana no site O Bom da Notícia.

Chegando a lamentar os números negativos apontados nestas pesquisas de intenção de votos, feitas para análise interna de algumas siglas, a que ele teve acesso, mostrando a insatisfação da cuiabania com Emanuel.

Para Niuan, a rejeição de Pinheiro, ao final deste quatro anos de gestão, se deve ao fato do comprometimentou severo da gestão, com o orçamento da Prefeitura de Cuiabá. E que além deste comprometimento, a administração de Emanuel estaria marcada por dúvidas, escândalos e perguntas que não são, definitivamente, respondidas pelo prefeito.

"Há várias perguntas que precisam ser respondidas pelo prefeito como, por exemplo, o caso do paletó, após o prefeito ser filmado pelo ex-chefe de gabinete, Sílvio Corrêa, braço direito do ex-governador Silval Barbosa, recebendo maços de dinheiro, em forma de propina, quando ainda era deputado estadual. Ou em outras situações como o aluguel fantasma da SEC 300, a prisão de um de seus ex-secretários e afastamento de outros pela Justiça, em investigações de ilegalidades em licitações".   

Abílio Junior e Wellaton sempre foram ferrenhos opositores do prefeito, na Câmara de Vereadores, com fiscalizações contínuas, em particular, nas unidades de saúde da capital, na maior parte das vezes sem medicamentos e insumos.

Denúncias que ficaram mais acirradas na atuação da prefeitura, na pandemia, principalmente com informações sobre a má utilização dos altos recursos federais que entraram nos cofres da administração, para combater o novo coronavírus.