icon Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

AGRO & ECONOMIA - A | + A

DE FORMA PARCELADA 17.09.2019 | 18h:52

Famílias de Cuiabá aumentam consumo

Por: O Bom da Notícia

Assessoria

Assessoria

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), com recorte para a capital de Mato Grosso, mostra que o percentual de famílias com dívidas parceladas vem aumentando e alcançou em agosto 64,7% (126.751 em números absolutos), contra 64,4% verificado no mês anterior. Essa foi a sétima alta mensal consecutiva e o maior índice de endividamento nos últimos 13 meses.

 

12,4% dos entrevistados alegaram estar muito endividados, 21,7% mais ou menos endividados e 30,6% pouco endividados. O principal tipo de dívida das famílias em Cuiabá é o cartão de crédito (71,7%) e, em segundo, o carnê (38,1%). O crédito consignado vem em terceiro (8,4%), acompanhado do crédito pessoal (8,3%), em quarto.

 

Os indicadores são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e foram divulgados pela Fecomércio-MT nesta terça-feira (17). Neles, observou-se uma queda no número de famílias inadimplentes, 15,9% no mês de agosto, contra 16,2% monitorado no mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o índice atual é 2,9 pontos percentuais menor (18,8%).

 

Inadimplentes

 

Dentre as famílias com contas em atraso, 62.583 em números absolutos, quase a metade (49,7%) não terão condições de pagá-las no próximo mês. Para as famílias que recebem acima de 10 salários mínimos, o percentual é um pouco maior (53,3%).

 

O tempo médio da conta em atraso está em 72,4 dias. Na pesquisa do mês anterior, esse tempo era de 71,3 dias e em agosto do ano passado, o tempo de atraso era de 79,5 dias.

 

Tempo com dívidas parceladas

 

Sobre o tempo comprometido com dívidas, a média da pesquisa revela um leve aumento sobre o mês anterior, de 8 para 8,1 meses. 34,5% das famílias entrevistadas alegaram que possuem dívidas parceladas por mais de um ano. Na comparação com agosto de 2018, o tempo médio comprometido era de 6,5 meses.

 

A parcela da renda comprometida também apresentou aumento tanto na variação mensal quanto anual da pesquisa, saindo de 16,3% em agosto do ano passado para 19,6% no mês de julho, até chegar a 22,8% em agosto. A pesquisa atual mostra que 39,3% das famílias têm até 10% da renda comprometida e 31,6% delas têm de 11% a 50%, enquanto apenas 9,5% possuem mais de 50% da renda comprometida.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
LEITE R$/l 1,09
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet