icon Segunda-feira, 22 de Julho de 2019

CIDADES - A | + A

POSSÍVEL GREVE 14.03.2019 | 17h:08

Funcionários do Júlio Muller ameaçam suspender atividades por mudança na jornada de trabalho

Por: Redação - O Bom da Notícia

(Foto: Arquivo)

 

Trabalhadores do Hospital Universitário Júlio Muller, no bairro Alvorada, em Cuiabá, ameaçam deflagrar greve na próxima segunda-feira (18). O movimento paredista é uma reação à decisão revogada pela direção da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, que por meio de portaria, alterou a jornada de trabalho de 30 para 40 horas semanais.

 

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Tecnico-administrativos em Educação, da Universidade Federal de Mato Grosso, uma assembleia está marcada para às 14h de segunda-feira, a fim de a categoria adotar as próximas ações.

 

A jornada flexibilizada foi a forma encontrada para garantir que o hospital atenda a população de forma ininterrupta. Quando um trabalhador termina seu expediente, imediatamente outro assume

“A jornada flexibilizada foi a forma encontrada para garantir que o hospital atenda a população de forma ininterrupta. Quando um trabalhador termina seu expediente, imediatamente outro assume. Assim as escalas são montadas, para que os pacientes sejam sempre atendidos, tanto a noite como nos finais de semana”, destacou o coordenador geral do Sintuf, Fabio Ramirez.

 

Conforme explica o dirigente sindical, se a jornada de trabalho for alterada, os trabalhadores terão que fazer oito horas diárias, com duas horas de intervalo, o que prejudicaria o atendimento na unidade. Além disso, causa certa interferência nas escolas do período noturno e finais de semana.

 

“Imaginem a situação dos trabalhadores em terem que explicar para os familiares que o paciente veio a óbito porque estava almoçando no momento em que ele necessitou de atendimento. Isso é um absurdo. Além disso, a mudança na jornada de trabalho nunca foi debatida junto ao sindicato, e estamos em constantes reuniões”, reforçou Ramirez.

 

A resolução que suspende temporariamente a jornada flexibilizada no HUJM, prevista desde o decreto 1590 de 1995 foi assinada pela superintendente do hospital, Elisabet Aparecida Furtado. A portaria têm previsão de entrar em vigor no dia 1° de abril de 2019. Trata-se de uma ação que atinge exclusivamente os trabalhadores estatutários, ligados à UFMT. A medida não interfere nos trabalhadores celetistas, ligados a Ebserh.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Alfredo da Motta - 18/03/2019

Vergonhoso um hospital desse porte chegar a uma situação dessas, a ponto de uma pessoa "colocada" temporariamente apenas para tapar buraco agir de forma intempestiva desse jeito. Pois é este o caso da Dr Elisabet Furtado, médica veterinária da UFMT que jamais experimentou trabalhar sequer meio período numa clínica médica ou UTI pra sentir na pele o que realmente isso significa. Não deve fazer a menor idéia do que é trabalhar na assistência em saúde com jornada ininterrupta, com salários defasados a mais de 10 anos (não tem garantia nenhuma de RGA) e ainda ter que cumprir jornada de 40h sem nenhuma forma de diálogo, completamente unilateral. Essa luta deverá servir para despertar em todos os profissionais da enfermagem em lutar pela jornada de 30h, pois ninguém sustenta sua família com apenas um emprego ainda mais com os atuais salários pagos. Durante mais de 20 anos a enfermagem atua com as 30h de jornada no hospital universitário, e foi uma vitória conquistada com muita luta. No Brasil, dos cerca de 36 Hosp. universitários, nenhum cumpre 40h semanais. ABAIXO A INTOLERÂNCIA E LUTEMOS EM FAVOR DA DEMOCRACIA.

1 comentários

1 de 1

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Algodão R$/@ 90,09
Milho Disponível R$/sc 21,70
Boi a Vista R$/@ 135,00
Soja Disponível R$/sc 57,00
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet