Sábado, 18 de Maio de 2024

CIDADES Segunda-feira, 21 de Novembro de 2022, 10:18 - A | A

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2022, 10h:18 - A | A

PAIXÃO NACIONAL

Copa do Mundo no Catar vai movimentar comércio de Mato Grosso

O Bom da Notícia/Com Assessoria

O Instituto de Pesquisa e Análise Fecomércio-MT realizou, entre os dias 16 de outubro e 16 de novembro, a pesquisa 'Intenção de compras para Copa do Mundo 2022' que revelou que a expectativa para o período dos jogos no estado é de injetar R$ 300 milhões na economia nos mais diversos segmentos do comércio e serviços.

Para compreender melhor o comportamento de consumo para o evento esportivo que inicia neste final de semana, foi entrevistado 200 pessoas em 32 municípios do estado, onde se descobriu que pouco mais da metade dos mato-grossenses (51%) vão consumir produtos e serviços, com destaque para roupas e acessórios (69%), seguido de decoração (14%) e alimentação, que no domicílio compreende 13% dos respondentes e apenas 1% em bares e restaurantes.

A pesquisa ainda levantou o momento de pretensão de compra, onde 57% dos que têm intenção comprar, buscarão realizar com antecedência, enquanto 43% deixarão para as datas próximas ao início da Copa do Mundo.

“A pesquisa constatou que a intenção de compra em Mato Grosso é positiva e possibilita uma maior movimentação do comércio e serviços, impulsionando a economia e aumentando as expectativas para esses setores, já que o evento ocorre próximo das principais datas comemorativas de fim de ano, como a Black Friday”, destacou o presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior.

Segundo análise do IPF-MT, é importante ressaltar uma participação considerável de TVs para a data, de 3%, o que pode estar associada à intenção de compras na Black Friday.

As formas de pagamento mais citadas pelos entrevistados que afirmaram ter intenção de comprar foram o cartão de crédito (48%), dinheiro (25%), cartão de débito (17%), Pix (9%) e, por último, boleto (1%).
Entre os que não irão comprar, 69% disseram que não consumirão por condições financeiras, 27% declararam que não comemoram o evento e 4% declararam não ter disponibilidade de tempo.

Wenceslau Júnior ressalta a importância que os brasileiros dão para os jogos da Copa do Mundo. “É um evento muito celebrado em todo país, o que possibilita um engajamento na hora das compras dedicadas à festividade, como a busca por roupas e acessórios, além do segmento A e B – alimentos e bebidas, para serem consumidos em casa, com família e amigos, ou nos estabelecimentos comerciais”.