Sábado, 18 de Maio de 2024

CIDADES Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 11:22 - A | A

Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 11h:22 - A | A

EM VÁRZEA GRANDE

Pequenos criadores são contemplados com curso de casqueamento

Da Redação do O Bom da Notícia /Com Assessoria

Um grupo de pequenos criadores de gado do assentamento São Miguel, mais conhecido como Sadia III, foi beneficiado, entre os dias 6, 7 e 8 deste mês, com o curso de casqueamento, oferecido gratuitamente por meio de parceria da Prefeitura de Várzea Grande, pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável (SEMMADRS), com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MT) e com o Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento.

Com ensino teórico e prático, o objetivo do treinamento é capacitar os criadores de gado para aplicar as técnicas de casqueamento para prevenção e saúde do animal, que deve ter seu casco bem cuidado para ter um bom desempenho no trabalho do campo e nas práticas esportivas.

 

Dentre os tópicos da capacitação, estavam a função e finalidade do casqueamento, ferramentas e sua utilização, anatomia dos cascos, tipos de cascos, métodos e práticas de casqueamento, segurança e saúde no trabalho, meio ambiente, aparelho locomotor, entre outros.

O senhor Miguel Francisco dos Santos, presidente da Associação dos Produtores Rurais da Comunidade Sadia III, foi um dos alunos do curso e avalia que foi de grande utilidade porque, na região, muitos criadores estão com problemas relacionados aos cascos dos animais. “Para quem mexe com muita vaca, cada uma com um probleminha, é uma mão na roda. Quanto teria que gastar com veterinário para resolver? Para fazer o casqueamento de um bezerro, que é feito com um acompanhamento, na primeira consulta é R$ 150 e depois cada visita é R$ 50. Agora com o curso, cada um já vai estar com o conhecimento”, disse.

O pequeno produtor afirma que, durante o curso, 100 cabeças de gado foram tratadas, sendo 20 bezerros. Desse total, quatro animais estavam com problemas graves no casco. “Às vezes o animal está no pasto e pisa num cascalho, num espinho que machuca o pata. Começa pequeno, com uma frieira. Mas se não cuidar, vira uma infecção, pega bicheira. O instrutor nos ensinou como começa, o que tem que fazer, como prevenir para não chegar ao ponto de piorar e a vaca morrer. Tem que estar muito prevenido com luva, máscara. Aprendemos sobre os tipos de medicamentos. E as mesmas técnicas servem também para carneiro, cavalo, porco, todos os animais que têm casco. Temos que ter esse conhecimento porque, senão, o gasto para fazer o tratamento é enorme e a maioria das pessoas aqui não tem condições”, conta.

Neste ano, a Prefeitura de Várzea Grande e o SENAR já levaram outros cursos para o Sadia III, como de vacinação contra brucelose, derivados de leite e apicultura. Para o secretário Célio dos Santos, o trabalho intenso da Prefeitura na zona rural tem como objetivo aprimorar a capacidade de produção de quem vive da agricultura familiar. “Seguindo a orientação do prefeito Kalil Baracat, firmamos parcerias como essa com o Senar e com o Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento para promover cursos para os pequenos produtores rurais para que eles possam agregar valor nos seus produtos. Temos recebido muitos feedbacks de que essas ações e outras que temos desenvolvido estão gerando muitos resultados positivos para essas famílias”, comenta.