Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

CIDADES Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 16:13 - A | A

Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 16h:13 - A | A

PARALISAÇÃO

Professores da Universidade Federal de Mato Grosso deflagram greve por tempo indeterminado

Silvano Costa/Especial para O Bom da Notícia

Professores da Universidade Federal de Mato Grosso decretaram greve geral por tempo indeterminado após uma reunião realizada nesta sexta-feira (17).

A suspensão das atividades em todos os campi - Cuiabá, Araguaia e Sinop -, foi determinada por maioria. 

No total, 216 docentes votaram a favor da paralisação, 90 foram contra e três se abstiveram. O prazo para o início da greve é de 72h após a reitoria da universidade ser avisada.

Em março, os técnicos administrativos da instituição já haviam entrado em greve em busca de melhores condições de trabalho. Em abril, os professores haviam escolhido não aderir à greve nacional. 

Dentre as reinvidicações, os docentes pedem o fim da lista tríplice para escolha do reitor, ampliação da política de cotas, reestruturação da carreira docente e a necessidade de instalação das mesas setoriais de negociação com o Governo. E ainda a recomposição salarial, já que a proposta do governo sobre o tema está prevista apenas para 2025. 

Mais informações serão divulgadas em breve.