Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

ESPORTES Domingo, 21 de Maio de 2023, 18:18 - A | A

Domingo, 21 de Maio de 2023, 18h:18 - A | A

CAMPANHA DE INCENTIVO

Veteranos e novatos mostram importância da 1ª Corrida SER Família dos Anjos para a vida

O Bom da Notícia/ com assessoria

Atletas veteranos e novatos apoiaram a 1ª Corrida Ser Família dos Anjos pela causa nobre do cadastro para doar medula óssea e sangue para salvar vidas. Os ganhadores da prova de atletismo de cinco quilômetros, realizada no Complexo da Arena Pantanal no sábado (20.05), foram Adonias Pereira, no masculino, e Marcia Oliveira, no feminino.

Além do incentivo à doação, o evento arrecadou leite e fraldas para instituições filantrópicas como critério para a inscrição.

Idealizadora e madrinha da corrida, a primeira-dama de MT, Virginia Mendes, acompanhou o evento de modo online por estar em recuperação de uma cirurgia. Ela foi representada pelo governador Mauro Mendes e pela filha, Maria Luiza Mendes, que correram e entregaram medalhas aos vencedores.

O governador Mauro Mendes reafirmou o compromisso com a política social e o incentivo feito pela primeira-dama na campanha de doação. "Eu já fiz doação de órgão, todos sabem disso. Tenho uma vida absolutamente tranquila, normal. Vim aqui e corri. Faço atividades de vez em quando e consigo manter minha vida normalmente mesmo tendo doado rim um dia. Tenho certeza que todo mundo pode fazer esse ato de amor", destacou. 

Adonias Pereira, ganhador no categoria masculino, realizou a corrida dos cinco quilômetros em 18 minutos e 53 segundos. Ele corre há seis anos e compete principalmente em corridas com mais de 21 quilômetros. "Eu recebi o convite e vim. Só a corrida salva. Está de parabéns a primeira-dama de MT.  Todos estão de parabéns porque eu costumo dizer: eu venci e outros podem vencer", afirmou.

Júlia Pouso de Almeida Sesso, 28 anos, engenheira, corre há aproximadamente sete meses. "Eu achei a corrida super interessante porque essas campanhas incentivam o esporte e a doação de sangue e também da medula óssea. Foi bem bacana mesmo", disse.

Stefanne Pereira de Souza,  29 anos, corre há seis meses. "Foi uma experiência única. Não estou acostumada com o percurso,  eu fiz e gostei do resultado. Além da questão do incentivo à saúde, exercício, e tudo mais, também incentiva a doação. Também gostei da forma e de como foi essa corrida, do kit e tudo", avaliou.

A diretora do MT-Hemocentro, Gian Carla Zanela,  explicou que a instituição organiza campanhas e sempre orienta a população quanto ao ato de doar órgãos. "Nós oportunizamos as pessoas para que façam cadastro e vamos conseguir mais pessoas transplantadas no Brasil e no mundo. Porque há várias medulas ósseas de Mato Grosso que já viajaram para outros locais", enfatizou.

História de corrida e saúde

O cearense de Crato (CE), que fará 70 anos em dezembro, Francisco Luna Bezerra, o Careca, correu e ainda fez cinco flexões após terminar. Ele está em Mato Grosso há 46 anos e já esteve em diversas provas do atletismo. Careca fez já 32 cirurgias de câncer de pele e uma de próstata.

"Os médicos falaram que eu não ia mais correr, não ia mais trabalhar. Eu era aposentado na época e fiquei contrariado. Conversei com Deus e ele falou que eu ia correr e trabalhar melhor ainda", contou o mecânico morador de Cuiabá.

Ele corre desde 1971 quando estava no Exército. Já participou de etapas do atletismo em Mato Grosso, Brasília, Rio Grande do Sul, Ceará e foi professor de Karatê no seu Estado e em escolas em Cuiabá durante 15 anos da vida. "O dia que eu participo de uma corrida, eu me sinto bem. Porque se eu parar, vai enferrujar e vai ficar ruim, então é melhor participar dessa corrida, do esporte porque esporte é vida", revelou.

Francisco ainda contou: "Todas as vezes eu chamo os jovens e digo para eles pegarem meu exemplo. Eu sempre falo para os jovens que saiam do comodismo e venham à luta do esporte".

José Vicente Sales, 70 anos, dos quais 23 anos é atleta corredor, é outro veterano que aprovou a função social da 1ª Corrida Ser Família dos Anjos "A corrida agrega valores à vida da gente. Tanto física, como mental. Você também inspira as novas gerações", afirmou.

Doação salva vidas

A secretária interina de Assistência Social e Cidadania, Grasi Bugalho, informou sobre a importância da Corrida Ser Família dos Anjos "Vista Suas Asas, Doe Medula Óssea", idealizada pela primeira-dama de MT, Virginia Mendes.

Ela destacou o trabalho em equipe do Governo de Mato Grosso para a realização da corrida entre as secretarias de Saúde (SES), Assistência Social e Cidadania (Setasc), Cultura, Esporte e a Lazer (Secel-MT), a Unidade de Apoio à Família (UNAF) e o MT-Hemocentro.

"Foi uma integração de todos por essa causa, que é a doação da medula óssea. Isso salva vidas. Todos estão juntos para apoiar o Hemocentro. A campanha tem que continuar. As pessoas precisam. Estamos aqui para pedir: doem medula óssea, doem sangue", reforçou a secretária.

A Campanha de Cadastro Voluntário de Medula Óssea ocorre nesta semana, entre os dias 22 e 26 de maio, na sede do MT Hemocentro. Todo ano a instituição realiza a campanha de incentivo à doação na "Semana Estadual de Conscientização da Importância da Doação de Medula Óssea".

A corrida foi realizada em parceria com a Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT) e gerenciada pela Morro MT.

Pódio da corrida - 5 Km

Feminino

1 - Marcia Oliveira - 23 minutos e 26 segundos - 38 anos
2 - Querli Lima de Paula - 24 minutos e 02 segundos  - 33 anos
3 - Noemi dos Santos Machado -  24 minutos e 26 segundos
- 54 anos

Masculino

1 - Adonias Pereira - 18 minutos e 53 segundos - 45 anos
2 - Adelson Luiz Pereira - 19 minutos e 41 segundos - 42 anos
3 - Valdecarlos José dos Santos - 21 minutos e 20 segundos - 46 anos