icon Quinta-feira, 17 de Junho de 2021

O BOOM DA NOTÍCIA Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019, 10:38 - A | A

CUIABÁ

Confusão e 'roubo' marcam eleições para presidente de bairro

O Bom da Notícia

Os presidentes da Chapa 1 Benedito Faria, Chapa 2 Alessandro Pedroso,  Chapa 3 Telma Cilene Cruz e Chapa 5 Odenil Martins, concorrentes à eleição comunitária do bairro Jardim Vitória, explicaram que a decisão da retirada das duas urnas de lona que estavam na Escola Dejane Ribeiro Campos, para a eleição comunitária do bairro neste domingo (24), ocorreu em comum acordo com representes das quatro chapas.

 

“O consenso ocorreu devido o Delegado da UCAMB, responsável pela eleição do bairro Jardim Vitória, ter recusado de receber documento assinado pelos quatro presidentes onde relatamos à constatação de graves erros na lista de votação. Centenas de nomes de moradores do Bairro Jardim Vitória, que foram cadastrados para constarem na lista de votação para a escolha da nova diretoria da Associação, não estavam na lista de votação da eleição deste domingo, nome estes cadastrados anteriormente com comprovante de protocolo pelos representantes das chapas 1,2,3 e 5 junto a UCAMB, conforme as regras da eleição comunitária”, explicou Alessandro Pedroso, candidato pela Chapa 2.

 

Os candidatos a presidentes disseram que em face da negativa do delegado, os representantes das chapas resolveram por suspender a eleição, retirando as duas urnas do local para serem entregue a UCAMB, até que a lista de votação seja corrigida para que haja uma nova eleição comunitária de forma transparente, garantindo o direito do voto dos moradores cadastrados do bairro Jardim Vitória.

 

“As urnas foram devidamente entregues, através de oficio assinado pelos presidentes das Chapas 1, 2, 3 e 5, ao Coordenador Geral das Eleições Comunitárias da UCAMB, Jonathan Souza, logo após a retirada do local de votação. No ofício que entregamos ao Coordenador Geral,  relatamos o ocorrido e comunicamos que resolvemos cancelar a eleição pelo grave fato da falta dos nomes dos moradores na lista de votação, onde fez com que centenas de moradores do Bairro Jardim Vitória, que foram ao local de votação, não conseguissem votar, o que criou grande revolta em moradores e nos membros das chapas concorrentes”, disse Odenil Martins, candidato a presidente pela Chapa 5.

 

Os presidentes solicitaram a direção da UCAMB que sejam adotadas às medidas que o caso requer para uma nova eleição e se colocaram a disposição para quaisquer esclarecimentos que sejam necessários.

 

“Portanto, não procede a informação prolatada pelo presidente da Chapa 4, Jocérgio Siqueira, que as urnas foram furtadas do local. O Jocérgio foi convidado a participar da reunião para decidir sobre o cancelamento da eleição, bem como assinar o documento que foi entregue a UCAMB, mas se recusou em ambos os momentos”, pontuou Odenil.



Imprimir

Comentários