Sábado, 18 de Maio de 2024

O BOOM DA NOTÍCIA Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024, 14:10 - A | A

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024, 14h:10 - A | A

QUESTÃO DE SEGURANÇA

Kalil autoriza concurso público com cem vagas para Guarda Municipal

Edital oferece 100 vagas sendo 50 para chamamento imediato e mais 50 para cadastro reserva

Da Redação do O Bom da Notícia/Com Assessoria

O prefeito Kalil Baracat assinou o aguardado edital para o concurso público da Guarda Municipal de Várzea Grande. A cerimônia coincidiu com o aniversário de 24 anos da instituição – 23 de fevereiro e contou com a presença do senador Jayme Campos, idealizador da Guarda Municipal quando foi prefeito do município, além da presença do secretário de Defesa Social Coronel PM Alessandro Ferreira da Silva e dos comandantes da GM, Alisson Baracat e Alexander Gouveia Ortiz.

O edital oferece 100 vagas sendo 50 vagas para chamamento imediato e mais 50 para cadastro reserva com paridade de gênero, ou seja, homens e mulheres. O prefeito destacou a importância desse concurso para fortalecer o efetivo da Guarda Municipal, que desempenha papel fundamental na segurança pública do município e na atuação em conjunto com as demais forças policiais como a Polícia Militar, Judiciária Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e até mesmo com o Exército Brasileiro.

"Eu vejo e sei que a Guarda Municipal presta um grande serviço ao longo destes 24 anos. Parabéns ao senador Jayme Campos por na época ter uma visão de futuro e ousadia para criar a primeira Guarda Municipal de Mato Grosso que também está entre as 50 primeiras forças policiais do Brasil. A Guarda Municipal de Várzea Grande é referência em todo o estado de Mato Grosso. Com esse novo concurso, um compromisso assumido com a categoria, a gente tem que aumentar o efetivo para que dê continuidade e melhore ainda mais e que some às forças policiais, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, na efetividade das ações", afirmou o prefeito Kalil Baracat.

A decisão do prefeito Kalil Baracat e sua gestão vem de encontro com os estudos do Fórum Brasileiro de Segurança Pública que aponta para o crescimento das Guardas Municipais em 35% na última década, contrastando com as demais forças policiais estaduais que estão encolhendo e reduzindo efetivo.

A PM, responsável pelo policiamento ostensivo nas ruas, teve uma queda de 6,8% no efetivo nos últimos dez anos no país, segundo o Raio-X das Forças de Segurança Pública do Brasil. Em 2013, eram 434.524 agentes. No ano passado, o número passou para 404.871. A Instituição possui o maior efetivo das forças de segurança – com um total de 404.871 servidores.

A média no Brasil é de dois PMs para mil habitantes.

Já na Polícia Judiciária Civil, responsável pelas investigações para solucionar crimes, o país tem um efetivo 36,5% menor que o previsto, o que significa 55.111 a menos em atividade.

No tocante as Guardas Municipais, em 2014, no Brasil havia 1.081 cidades com efetivo. Hoje o número chega a 1.467 cidades, um crescimento de 35,7%.

O senador Jayme Campos, idealizador e 0criador da Guarda Municipal há 24 anos, expressou sua satisfação com a continuidade e crescimento da instituição. "Nós tivemos a iniciativa há 24 anos atrás de criar a primeira Guarda Municipal e se não me engano a sétima no país. E, hoje, o prefeito Kalil está dando continuidade àquele trabalho que nós fizemos lá atrás, lançando novo edital, contratando mais 100 GMs, sendo 50 para ingresso imediato e mais 50 para cadastro de reserva de cadastro de homens e mulheres”.

O senador ainda pontuou que: "A Guarda Municipal, quando foi criada, ainda tinha uma finalidade, chamava-se Guarda Municipal Cidadão. Era para fazer o serviço de ronda, no atendimento à questão dos próprios prédios da prefeitura, nas escolas, postos de saúde, dos nossos moradores, como também fazer um trabalho social", disse o senador. Ele destacou a evolução da Guarda ao longo do tempo, ressaltando que hoje é um exemplo para todas as Guardas Municipais do Brasil.

Kalil Baracat ainda enfatizou que além de assinar este importante edital para o concurso público da Guarda Municipal de Várzea Grande, sua gestão tem mantido o compromisso com a valorização e o fortalecimento dessa instituição ao longo dos meus quatro anos de mandato.

“Desde o início da minha administração, investimos significativamente na Guarda Municipal, reconhecendo o papel fundamental que desempenha na segurança pública do nosso município e proteção de nossa gente. Em setembro do ano passado, aprovamos o plano de carreira e o estatuto da guarda, reestruturando toda a carreira da Guarda Municipal. Esse passo não só visa proporcionar condições mais dignas aos nossos profissionais, mas também assegurar que eles tenham uma trajetória clara e bem definida em sua carreira. Sabemos da importância da Guarda Municipal na manutenção da ordem e na prestação de serviços à população. Além disso, realizamos investimentos na capacitação e treinamento contínuo dos nossos guardas, reconhecendo a complexidade das demandas que enfrentam diariamente. A aprovação do plano de carreira, o estatuto da guarda, a parceria com a Polícia Federal para o porte de armas também e agora a abertura deste novo concurso público demonstram nosso compromisso contínuo em fortalecer a instituição”, detalhou.

O secretário de Defesa Social, Coronel Alessandro Ferreira da Silva, enalteceu o investimento no concurso público como uma demonstração de respeito aos servidores da Guarda Municipal. "É uma demonstração de respeito que o prefeito Kalil tem para os servidores da Guarda Municipal, que era aguardado há muito tempo para a reposição do efetivo", afirmou o secretário.

Ele detalhou que as inscrições para o concurso começam em maio, com provas objetivas previstas para junho, e a posse dos novos guardas está programada para fevereiro do próximo ano. O coronel também destacou o histórico da Guarda Municipal e os investimentos realizados para capacitar e estruturar a instituição.

"A Guarda Municipal de Várzea Grande completou no último dia 23 de fevereiro 24 anos de existência. Ela foi criada no ano de 2000 pelo então prefeito Jaime Campos, sobre a responsabilidade do coronel Walter de Fátima, que era o secretário e comandante da guarda na época. Então, não tinha uma secretaria específica, o comando da guarda tinha o status de secretaria. E, a partir dali, veio se formando todos os profissionais que hoje se encontram na guarda, vem amadurecendo a cada dia e profissionalizando a cada dia mais", explicou o coronel Alessandro.

Sobre o concurso público, ele ressaltou a importância de repor o efetivo da Guarda e elogiou o comprometimento do prefeito com a instituição. "O último concurso nosso foi salvo engano, no ano de 2012, então já tinha algum tempo que não tínhamos concurso público para a guarda. A última turma que entrou foi em 2014, deste concurso de 2012. Então, é um concurso antigo e a gente precisa repor o efetivo da guarda que vai se envelhecendo, vai tendo problemas de perda de efetivo que, às vezes, saem para outras carreiras. A dificuldade que tem de se manter esse efetivo é grande e o investimento que é feito pelo poder público para a capacitação e para o treinamento dos guardas é muito grande. E o prefeito já demonstrou que tem a boa vontade para com a guarda quando, além do investimento na parte de capacitação, também aprovou o plano de carreira, o estatuto da guarda, que foi em setembro do ano passado, onde reestruturou toda a carreira da guarda municipal", detalhou o coronel Alessandro.

O comandante da Guarda Municipal de Várzea Grande, Alisson Baracat Salgado, explicou o papel crucial desempenhado pela instituição na segurança pública municipal e a diversidade de serviços prestados à população.

"A nossa guarda foi criada no ano 2000 pelo então prefeito Jaime Campos, e, desde o início, ela foi uma guarda armada. Com isso, nós atuamos na área de segurança pública extensiva, preventiva, operacional, controle de trânsito, além da Maria da Penha e outros diversos serviços. Com isso, a guarda municipal protege a cidade de uma maneira geral em todos os âmbitos da segurança pública municipal, nós atuamos. Esses guardas que entrarão agora serão uma oxigenação para a nossa tropa. Com isso, vai melhorar a nossa quantidade de guardas e, com isso, poder fazer um melhor serviço para a população. O efetivo hoje é de 136 e o prefeito está abrindo para mais 50, então nós chegamos a quase 200 guardas. Homens e mulheres atuando porque o trabalho é diversificado, nós temos o serviço social do qual a gente atua com trabalho preventivo e educativo nas escolas, temos o trabalho da Maria da Penha, que é essencial para este momento em que a segurança das mulheres é fundamental, entre outros", afirmou o comandante.

A assinatura do edital marca um importante passo para a valorização e fortalecimento da Guarda Municipal de Várzea Grande, contribuindo para a segurança e bem-estar da população local.