Sábado, 13 de Julho de 2024

O BOOM DA NOTÍCIA Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 15:47 - A | A

Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 15h:47 - A | A

PARA SANÇÃO

Projeto de Vidal sobre obrigatoriedade de terapeutas integrativos nas UBS é enviado ao Executivo

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

O projeto de lei nº 6215/2024, de autoria do vereador Sargento Vidal (MDB), que dispõe sobre a obrigatoriedade de terapeutas integrativos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, bem como no Espaço de Acolhimento da Mulher, localizado no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), foi enviado ao Executivo Municipal para sanção.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS), via Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde (PNPIC), disponibiliza 29 procedimentos à população em todo o Brasil, de forma integral, contemplando os diversos níveis de complexidade, desde a Atenção Básica até a alta complexidade.

Em sua justificativa, Vidal pontua que a prática é vista como um complemento aos tratamentos tradicionais, visando à redução de sintomas ligados à ansiedade, depressão, estresse, entre outras patologias, auxiliando na melhora da qualidade de vida dos pacientes por meio do fortalecimento do sistema imunológico.

"Sabemos que não é fácil receber o diagnóstico de uma doença, seja ela qual for. A medicina é indispensável para a sobrevivência humana, porém, não podemos deixar de lado outras possibilidades que podem ajudar a população. Esse projeto vem de encontro, trazendo esperança e conforto aos pacientes. Pedimos a sensibilidade do prefeito Emanuel Pinheiro para que aprove esse projeto de lei, atendendo à nossa Atenção Básica de Saúde", disse o vereador.

A terapeuta corporal e aromaterapeuta Thaisa Andrea Ignacio elenca alguns benefícios da abordagem terapêutica, aplicados de acordo com a necessidade individual de cada paciente. "A terapia integrativa tem diversos tipos de favorecimentos, dependendo da técnica utilizada. Se for na prevenção, por exemplo, uma massagem relaxante e a aplicação de óleos medicinais ajudam no bem-estar, proporcionando um relaxamento profundo para que a pessoa consiga também ficar com a mente mais limpa e com mais clareza. Assim, o paciente consegue tomar melhores decisões, realizar as atividades diárias, se relacionar e comunicar melhor, além de garantir uma melhora na qualidade de vida, fazendo com que se sinta bem consigo mesmo", destaca a profissional.

Em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza alguns métodos, como acupuntura, homeopatia, plantas medicinais, fitoterapia, crenoterapia, termalismo, entre outros.Vidal reforça que a proposta não dispõe sobre a criação de novos cargos no âmbito municipal, e sim, direciona esses profissionais para as UBS, uma vez que a unidade de referência funciona dentro do Horto Florestal “Tote Garcia”. 

"Temos esse serviço no Horto, porém, queremos levar esses profissionais para dentro das unidades básicas também, facilitando o acesso da comunidade aos tratamentos alternativos", finaliza.