Terça-feira, 28 de Maio de 2024

POLÍCIA Segunda-feira, 06 de Maio de 2024, 08:17 - A | A

Segunda-feira, 06 de Maio de 2024, 08h:17 - A | A

NO INTERIOR

Integrantes de facção criminosa são presos por roubo e participação em homicídios

Da Redação do O Bom da Notícia com Assessoria

Dois homens, de 24 e 26 anos, foram presos nesta sexta-feira (03.05), suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e roubo, na MT-246, no município de Rosário Oeste (104 km de Cuiabá). Com eles foram apreendidos uma pistola, um veículo HB 20, dois relógios e aparelhos celulares. 

De acordo com boletim de ocorrência, as equipes receberam informações de que suspeitos teriam rendido funcionários de uma fazenda na quinta-feira (02). Na ocasião, levaram diversos pertences pessoais e uma caminhonete modelo S-10. No entanto, o veículo foi abandonado próximo ao local do roubo. 

Após o recebimento da denúncia, as equipes intensificaram o policiamento na região e flagraram um veículo HB20 ocupado por dois homens em atitude suspeita na MT-246, sentido a Barra do Bugres a Jangada, em uma região conhecida como Distrito de Bauxi.

Com a proximidade dos policiais, o condutor do veículo saiu em alta velocidade, dando início a uma perseguição policial. Ele foi detido próximo ao pedágio.

Em busca veicular foi localizada uma arma de fogo tipo pistola calibre 380 em cima do painel. 

Um dos suspeitos ocupantes do veículo confessou participação do roubo e ressaltou que um terceiro suspeito teria emprestado o veículo HB20 para prestar apoio a outras ocorrências em Sorriso e Lucas do Rio Verde. Ele ainda confessou ser integrante de uma organização criminosa.

Os policiais também identificaram que eles teriam diversas participações em homicídios na região. Um deles apontou, ainda, que rompeu a tornozeleira eletrônica.

Os suspeitos foram encaminhados à delegacia para registro do boletim de ocorrência. 

Disque-denúncia   

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.