Terça-feira, 28 de Maio de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 04 de Janeiro de 2024, 08:54 - A | A

Quinta-feira, 04 de Janeiro de 2024, 08h:54 - A | A

EM FLAGRANTE

Oito pessoas são presas por envolvimento no sequestro e tortura de três vítimas em Juína

O Bom da Notícia/ com assessoria

Oito pessoas envolvidas em crimes de sequestro e tortura de três vítimas, em duas situações distintas, foram presas em flagrante pela Polícia Civil, nesta terça-feira (02.01), em investigações realizadas pela Delegacia de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá). A ação rápida resultou na prisão de cinco homens e duas mulheres, além de uma adolescente apreendida.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo, tortura mediante sequestro e corrução de menores. O crime de tortura, conhecido como “salve”, teria sido motivado pela suspeita das vítimas serem integrantes de uma facção criminosa rival.

Crimes

O primeiro sequestro ocorreu na tarde 1º de janeiro quando as vítimas chegavam ao terminal rodoviário de Juína e foram abordadas por suspeitos em uma picape VW Saveiro sendo empurradas para dentro do veículo.

Segundo informações, os suspeitos em posse de armas de fogo, ameaçavam as vítimas e a todo momento questionavam se eram membros de uma facção criminosa rival. Os criminosos revistaram os aparelhos celulares das vítimas, todo tempo as ameaçando de morte e causando grande sofrimento psicológico.

Logo depois, utilizando o mesmo veículo, os suspeitos sequestraram outra vítima que foi levada para zona rural, onde foi espancada por mais de três horas consecutivas, supostamente por ligação com a facção criminosa rival.

A vítima foi atraída por uma das suspeitas até uma residência no bairro Módulo 05, onde foi abordado por dois suspeitos que o amarraram e o colocaram dentro da Saveiro, seguindo para zona rural, onde iniciou a sessão de agressões. Enquanto os suspeitos do sexo masculino agrediam a vítima, as mulheres ficavam responsáveis por monitorar o local e avisar sobre uma possível chegada da Polícia.

Prisão

Após tomar conhecimento dos fatos, a equipe da Delegacia de Juína, coordenada pelo delegado Jean Andrade, iniciou as diligências conseguindo identificar e localizar o veículo Saveiro utilizado pelos suspeitos no bairro Módulo 06. No veículo, estavam os cinco suspeitos do sexo masculino, que ao serem abordados pela equipe policial, quebraram dois aparelhos celulares e tentaram danificar outros três, com o objetivo de ocultar provas.

Durante a revista pessoal e veicular, foi encontrado no bolso de um dos suspeitos sete porções de crack prontas e embaladas para venda e debaixo do banco do veículo uma sacola amarela com 30 porções de crack, maconha e cocaína, também preparadas para serem comercializadas.

Durante a ação policial, uma das mulheres suspeita de participação nos crimes também chegou ao local, sendo presa em flagrante. Os seis suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Juína e após serem interrogados, foi possível obter informações sobre as outras duas mulheres envolvidas, sendo a suspeita presa e a adolescente apreendida em uma residência no bairro São José Operário.

Segundo o delegado Jean Andrade, os suspeitos possuem diversas passagens criminais e um deles estava com mandado de prisão em aberto, o qual foi devidamente cumprido. “Foi uma ação rápida e precisa, em que a Polícia Civil conseguiu identificar e prender oito pessoas envolvidas em crimes graves de sequestro e tortura praticados por membros de organização criminosa” disse o delegado.