Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍCIA Sexta-feira, 01 de Março de 2024, 15:31 - A | A

Sexta-feira, 01 de Março de 2024, 15h:31 - A | A

MORTE NO MANSO

Polícia Civil cumpre 12 mandados em investigação sobre morte de empresária e apreende armas de fogo

O Bom da Notícia/ com assessoria

Policiais civis da Delegacia de Chapada dos Guimarães cumpriram, na manhã desta sexta-feira (01.03), 12 ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar e quebra de sigilo de dados telefônicos e telemáticos contra investigados pela morte da empresária Elaine Stelatto Marques. 

Os mandados foram cumpridos em Cuiabá e e na região do Manso, em Chapada dos Guimarães. As diligências tiveram apoio de equipes da Delegacia Regional de Cuiabá, Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Delegacia do Estelionatos. 

Durante o cumprimento dos mandados, cinco armas de fogo foram apreendidas - três revólveres e duas espingardas. Duas pessoas foram presas em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo – uma prisão ocorreu no bairro Araés, na capital, e a outra prisão na região do Manso. Um dos alvos da prisão em flagrante é um pecuarista. 

De acordo com o delegado Eugênio Rudy Júnior, que coordena as investigações, o objetivo das diligências é reunir novos elementos de informações que auxiliem a Polícia Civil no esclarecimento da morte da empresária. “Existem muitas lacunas nas versões dos envolvidos e as buscas nos auxiliarão no esclarecimento”, reforçou o delegado de Chapada dos Guimarães.

A empresária de 45 anos morreu, supostamente, depois de sair da embarcação em movimento e com uma corda amarrada na cintura foi para a água, quando se desequilibrou com as ondas e acabou se afogando.