Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 10:25 - A | A

Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 10h:25 - A | A

AÇÃO PONTUAL

Após proposta de Lúdio Cabral, Embrapa inicia criação de polo de fruticultura em Cuiabá

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) iniciou os estudos para implantar um polo em Cuiabá para desenvolver a fruticultura e a horticultura em Mato Grosso, atendendo à proposta feita pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT). Em reunião nesta terça-feira (4), na sede da Embrapa em Brasília, a presidente Sílvia Massruhá e o presidente do Conselho de Administração da Embrapa (Consad), Carlos Augustin (PT), informaram a Lúdio o andamento das ações.

“Hoje recebemos uma notícia muito positiva: o início da organização da Embrapa Cuiabá e Baixada Cuiabana, por meio de um hub, para desenvolver o cultivo de frutas, verduras e legumes em Mato Grosso. Essa é uma vocação da capital e da Baixada Cuiabana, que pode gerar renda para pequenos produtores e desenvolver a economia da região. As coisas estão acontecendo muito mais rápido do que a gente esperava. Vamos dar passos acelerados para tornar realidade o polo de fruticultura da Baixada Cuiabana”, afirmou Lúdio.

A proposta de criar a Embrapa Cuiabá foi apresentada em 25 de abril por Lúdio a Sílvia Massruhá, a Carlos Augustin e ao ministro da Agricultura, Carlos Fávaro (PSD), durante evento de comemoração dos 51 anos da Embrapa. Imediatamente, a empresa pública começou os encaminhamentos práticos para os estudos e o projeto de implantação do hub da Embrapa em Cuiabá.

“A proposta inicial é articular com pesquisadores da área de hortifruticultura, dedicar ações e projetos de pesquisas e fazer esse polo de inovação em Cuiabá com participação da Embrapa Sinop. E envolver outros atores, como extensão rural, setor produtivo, universidades e instituto federal para fazer o diagnóstico da situação e um plano estruturante para fortalecer a fruticultura em Cuiabá e Mato Grosso”, disse a presidente Silvia Massruhá.

Carlos Augustin destacou a importância de levar a Embrapa à capital de Mato Grosso. “Um dos pilares da Embrapa é apoiar a agricultura familiar. Com essa unidade em Cuiabá, os pequenos produtores da Baixada Cuiabana terão acesso a métodos mais modernos de cultivo de hortifrutigranjeiros para abastecer a região, que tem uma população considerável, e também exportar para outros estados do Brasil. Assim, a Embrapa vai proporcionar uma alternativa de atividade econômica para as famílias de pequenos produtores de Cuiabá e região”, disse.