Sábado, 18 de Maio de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2024, 16:32 - A | A

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2024, 16h:32 - A | A

'ISTO É POLITICAGEM'

Beto diz não entender insistência de Emanuel em anular TAC e 'fetiche do prefeito com VLT'

Marisa Batalha/ O Bom da Notícia

Em entrevista à Rádio CBN Cuiabá nesta última terça-feira(09), o deputado socialista Beto Dois a Um disse que não entende a insistência do prefeito Emanuel Pinheiro(MDB), em anular, ainda que sem sucesso, o Termo de Ajustamento de Conduta com o fim da Intervenção na Saúde de Cuiabá, pelo Estado, no Superior Tribunal de Justiça. Ao lembrar que esta medida já lhe foi negada na semana passada, após sua homologação em dezembro pela pela Corte de Justiça de Mato Grosso e o Ministério Público estadual, em decisão assinada pela desembargadora Graciema Caravellas.

No STJ, o prefeito emedebista acabou garantindo mais uma nova derrota com a ministra Maria Thereza de Assis Moura decidindo que nem sequer analisaria o caso e determinando o arquivamento do pedido.

Para Beto Dois a Um, as duas decisões validam o TAC e exigem do prefeito qualidade na prestação de serviço, na retomada da Pasta de Saúde pela administração de Cuiabá.

"O prefeito Emanuel Pinheiro precisa ter foco na gestão. Precisa parar um pouquinho de politicagem. Ele não tem mais a possibilidade de vir a reeleição. Ele tinha que baixar a cabeça e focar, nesses últimos meses de gestão, em deixar ou tentar deixar Cuiabá minimamente preparada para o próximo gestor. Não tenho nenhum problema pessoal com Emanuel, mas o que está acontecendo não é normal. O que ele está fazendo não é normal. Olha a situação das ruas de Cuiabá, isso não é normal, aliás, não são normais as ações que estão ocorrendo".

Ao apontar a igual insistência de Pinheiro em implantar o Veiculo Leve Sobre Trilhos, na capital, com menos de um ano do término de seu segundo mandato.

"Isto beira ao absurdo. Ele tem menos de um ano de mandato e está prometendo implantar o VLT como aquelas obras que prometeu para os 300 anos de Cuiabá que nunca ocorreram".

Ao ainda revelar que o prefeito estaria levando o governo federal ao erro, ao não revelar a verdadeira realidade de Cuiabá. Muito possivelmente, se referindo à declaração esta semana, feita pelo ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, que por meio de um vídeo, disse que o prefeito busca o desenvolvimento da capital mato-grossense, ao enfatizar a implantação do VLT e reforçar seu apoio e do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva(PT) na implantação do modal.

"O que Emanuel está fazendo é uma tentativa de ganhar foco. Acho até que o governo federal tem boa vontade, mas a realidade que está aqui em Cuiabá não é a que está sendo mostrada em Brasília. O que levou o ministro talvez ao erro de interpretação, porque não sabe o que está acontecendo, de fato, na capital".

Ao igualmente ironizar a situação, lembrando de uma 'decisão do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Valter Albano, que recomendou à Emanuel parar de ter fetiches com VLT'.

"Chega a ser engraçada a situação, pois nós temos um fato, uma realidade, que é o BRT. Que já está em execução em Várzea Grande [...] As obras já estão, inclusive, finalizando. A gente não pode é iludir a população".

A entrevista do deputado do PSB, Beto dois a Um, na CBN, contou com a participação, igualmente, da parlamentar emedebista, Janaina Riva.