Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

POLÍTICA Domingo, 23 de Junho de 2024, 08:19 - A | A

Domingo, 23 de Junho de 2024, 08h:19 - A | A

‘ABUSO DE PODER’

Emanuel diz que atitude de seu lider na Câmara, em UTI, se iguala a vereadores de oposição

Evelyn Souza/ O Bom da Notícia

Sem argumentos para defender Marcrean Santos, seu líder na Câmara Municipal, o prefeito Emanuel Pinheiro (ambos do MDB) acabou comparou a atitude do parlamentar - ao forçar sua entrada na Unidade de Terapia Intensiva, do Hospital e Pronto-Socorro Municipal -, com a atuação dos vereadores de oposição.

“Não podemos fazer de um limão uma limonada! Primeiramente, precisamos discutir quais são os limites do parlamentar para entrar em um órgão público. A oposição vem sempre fazendo isso, inclusive, intimidando e filmando os servidores. Fazendo o maior papelão sem nenhum compromisso com a verdade, já que a maioria das denúncias eram fake news!”, disse o eemedebista, à imprensa, nesta última quinta-feira (20).

Para o emedebista, esse tipo de atitude dos legisladores precisa ser contida e sugeriu como solução que os parlamentares agendem suas fiscalizações.

“Precisamos controlar esse tipo de situação, pois como gestor acredito que todos têm direito a acessar um órgão público, mas é necessário marcar um horário, uma agenda, e também informar qual será a pauta, até porque ali é público e o pessoal está lá trabalhando”, pontuou.

Durante a declaração, Emanuel também expôs as reclamações de cidadãos que procuram os médicos nas unidades de saúde da capital e afirmou que uma solução precisa ser encontrada.

“Outro ponto é o papel do profissional de saúde, que precisa estar atuando e atendendo a população, pois temos recebido muitas reclamações de que durante o horário de trabalho, médicos estavam fora das unidades de saúde ou foram dormir antes do tempo, sendo que haviam muitas pessoas para serem atendidas. Então, precisamos avaliar essas denúncias”, concluiu.