Domingo, 16 de Junho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 06 de Outubro de 2020, 11:50 - A | A

Terça-feira, 06 de Outubro de 2020, 11h:50 - A | A

XADREZ POLÍTICO

Euclides critica “copia e cola” de Leitão e dispara: quer enganar o povo com populismo

O Bom da Notícia

O candidato ao Senado pelo Avante, Euclides Ribeiro, classificou como “copia e cola” a proposta de seu adversário, Nilson Leitão (PSDB), sobre o refinanciamento de dívidas de microempreendedores. Ribeiro alertou, porém, que o programa do tucano não tem embasamento técnico e tenta “enganar o povo com populismo”

“Quero fazer um desafio, porque tenho tese, tenho trabalho prestado nessa área, tenho falado com todas as pessoas que temos que reduzir os juros no Brasil através da lei. E essa ideia é tão boa que o concorrente Nilson Leitão copiou e colou. Não sei se vocês já entrevistaram ele, mas está feito o desafio, pra que ele possa explicar esse projeto dele sem pé nem cabeça, que pretende dizer que o brasileiro não sabe pagar conta e que ele quer pagar R$ 20 mil para todo mundo. Brasileiro não é caloteiro”, disparou Euclides, em entrevista à Rádio Metrópoles FM, nesta segunda-feira (05).

Em live transmitida em suas redes sociais, Leitão defendeu que microempreendedores tenham uma anistia de suas dívidas de até R$ 20 mil, de modo a conseguirem passar por uma recuperação econômica dos negócios. O tucano não explicou, porém, de que forma pretende implantar tal programa, nem indicou qual seria a fonte dos recursos utilizados no projeto.

Euclides Ribeiro, em contrapartida, tem como mote de sua campanha o refinanciamento das dívidas da pessoa física, nos moldes do Projeto de Lei 3.515, que está parado no Senado. O candidato do Avante, que faz palestras em todo o Brasil sobre o tema desde 2010, defende a renegociação simultânea do devedor com diversos credores, numa espécie de recuperação judicial de CPF’s.

“Nilson Leitão, você está enganando a população! Se você quiser conversar, fica o convite, pra uma live, pra um debate, para que possamos tratar desse assunto de forma séria, não com populismo, ou com proposta sem fundamento. Esse projeto seu é pra enganar o povo. Vai tirar esse dinheiro de quem? É do bolso de outras pessoas? O nosso projeto ensina como! Cada um tem que ter sua capacidade de pagamento e o que nós temos que fazer é fornecer os meios para que cada um pague sua própria conta”, finalizou Euclides Ribeiro.