Domingo, 21 de Julho de 2024

POLÍTICA Domingo, 26 de Novembro de 2023, 17:44 - A | A

Domingo, 26 de Novembro de 2023, 17h:44 - A | A

ELEIÇÃO 2024

Gisela diz que Fábio Garcia tem realizado articulações com vereadores que fazem oposição à Emanuel

Evelyn Siqueira/ O Bom da Notícia

A deputada federal Gisela Simona - que comanda em Mato Grosso o União Brasil Mulher -, se esquivou nesta última quinta-feira(23), do questionamento se a vereadora republicana, Maysa Leão, estaria sendo cortejada para ser a vice do secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia, em possível dobradinha na majoritária, ano que vem, na disputa pela Prefeitura de Cuiabá.

Mas admitiu que vem sendo ampliado um debate com siglas que, historicamente, têm dado apoio ao UB. Sobretudo, legendas partidárias que se colocam na condição de oposição à administração do prefeito da capital, Emanuel Pinheiro(MDB).

Dentro deste cenário, Garcia - de acordo com Gisela - estaria, sim, realizando uma série de articulações com vereadores. Ao preferir, neste momento, não afirmar a existência de um diálogo somente com Maysa Leão que, recentemente, foi também cortejada pelo pré-candidato Eduardo Botelho, presidente da Assembleia Legislativa.

“Eu desconheço essa informação. O que existe é uma aproximação com todos os vereadores que se intitulam oposição a atual gestão. Pois pelo perfil de Fabio Garcia que é um perfil muito crítico, há, sim, uma tentativa de fazer um grupo que deseja mudanças para Cuiabá, sobretudo, um grupo que se oponha à administração do prefeito Emanuel Pinheiro. Então, neste contexto ele tem, sim, tentado conversar com todos os vereadores da oposição”.

A declaração foi feita em entrevista ao Cast do Bom, no site O Bom da Notícia, quando Gisela Simona não escondeu, inclusive, seu desejo de que Garcia tenha como vice, na disputa majoritária, uma mulher. Ainda esclarecendo que  apesar do União Brasil conter bons nomes, todos entendem a necessidade de uma composição com outros partidos.

“Eu como presidente do União Brasil Mulher, claro, irei torcer muito para que tenhamos uma mulher como vice, dentro de uma campanha pela Prefeitura de Cuiabá. Acredito que isso seja muito importante para o partido. Temos, inclusive,  bons nomes no partido, mas sabemos que dentro de uma construção majoritária é muito importante compor com outros partidos. Então esse namoro, no sentido de buscar lideranças femininas na nossa capital que possam compor conosco, sem dúvida, isso vai acontecer. Mas volto a dizer que no momento certo!”, pontuou.

Afirmando ainda que nesta corrida eleitoral, muito possivelmente, todos os pré-candidatos já devem ter separados nomes que possam ser escolhidos como vice, mas que não poderia, contudo, garantir que Garcia, em especial, já tivesse realizado alguma escolha. Ao revelar que apesar da proximidade com Fábio, não teria conhecimento das opções do secretário da Casa Civil.

"Claro que já devem ter pesquisas internas nesse sentido em vários partidos, mas os pré-candidatos a prefeito devem estar guardando a sete chaves. Pois não irão revelar o segredo de algo que pode, talvez, ser a grande revelação para a vitória das eleições”, disse.

Sobre Gisela Simona

Gisela sempre comandou como secretária-adjunta, o Procon estadual. Ela tomou posse no dia 7 de julho na Câmara Federal, ao substituir, o deputado federal Fábio Garcia que se encontra como secretário-chefe da Casa Civil.

Ela foi candidata em 2018, ainda pelo PROS, na época, na disputa por uma cadeira no parlamento federal, alcançando mais de 50 mil votos. Em 2020, concorreu à Prefeitura de Cuiabá e terminou na disputa em 3º lugar, conquistando 52.191 votos na capital. E, em 2022, concorreu novamente na luta por uma das oito vagas à Câmara Federal.

A deputada federal é cuiabana, criada no bairro do Porto, filha de mãe professora e pai advogado. Formada em Direito pela Unemat, com pós-graduada em Direito do Consumidor, assumiu a carreira de conciliadora de Defesa do Consumidor do Procon/MT.

Participou do bate-papo com a deputada federal Gisela Simona e a jornalista Marisa Batalha, a advogada Bárbara Lenza Lana, especializada nos Dreitos da Mulher e integrante de vários coletivos que estudam, mais profundamente, o tema em Mato Grosso.

Veja entrevista na íntegra