Sábado, 18 de Maio de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 08 de Abril de 2024, 15:49 - A | A

Segunda-feira, 08 de Abril de 2024, 15h:49 - A | A

AÇÕES DO ESTADO

Governo realiza obras estruturantes para melhorar mobilidade urbana em Cuiabá

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

Todos os dias, mais de 900 mil deslocamentos são realizados em Cuiabá pelos mais diversos meios de transporte. Para garantir melhorias na mobilidade urbana, para que mais pessoas consigam chegar rapidamente aos seus destinos, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística realiza uma série de investimentos na área.

Os investimentos vão desde a construção de novas avenidas e ligações urbanas, construção de obras de arte especiais, como são chamadas as pontes e viadutos, passando pela construção do Rodoanel de Cuiabá e Várzea Grande e também melhorias no transporte público, com a implantação dos corredores do BRT.

“Quando nós falamos de mobilidade urbana, nós precisamos pensar em todos os meios que as pessoas utilizam para se locomover. Seja o transporte particular, os carros de aplicativo, o transporte público, a bicicleta ou o andar a pé”, explica o secretário adjunto de Gestão e Planejamento Metropolitano, Rafael Detoni.

Uma dessas obras é a extensão da Avenida Parque do Barbado, que está em sua fase final de execução. O secretário adjunto de Obras Especiais da Sinfra-MT, Isaac Nascimento Filho, explica que a avenida já foi asfaltada e a iluminação já foi instalada. No momento estão sendo executadas calçadas, meio-fios e outros serviços para entregar a Avenida.

Com a primeira parte da obra, também entregue pela atual gestão, será possível sair da Avenida das Torres e chegar até a Avenida Fernando Corrêa. Indo adiante, a Avenida Parque do Barbado vai ligar toda a bacia do Planalto, pela Avenida dos Trabalhadores, até a ponte Sérgio Motta entre Cuiabá e Várzea Grande.

Ainda neste ano, o Governo de Mato Grosso deve entregar a nova ponte sobre o Rio Cuiabá, entre os bairros Parque Atalaia, em Cuiabá, e o Parque do Lago em Várzea Grande. A obra inclui a construção de novos acessos, com 3,29 km de extensão e vai facilitar o deslocamento de toda a região do Parque Cuiabá e do Cristo Rei, em Várzea Grande.

Outra importante obra é a duplicação da Avenida V2, no bairro Jardim Industriário. Via que liga a BR-163/364, na altura do Distrito Industrial, até o início da Avenida das Torres, a Avenida V2 registrava grandes congestionamentos nos horários de pico. A duplicação visa garantir mais fluidez no trânsito entre as duas principais ligações da Região Sul com o centro de Cuiabá.

A Avenida Mário Palma, por exemplo, cria uma nova ligação entre a região do bairro Santa Rosa e a Avenida Miguel Sutil, e todos os novos empreendimentos que estão surgindo no entorno da MT-010. O trecho asfaltado tem pouco mais de um quilômetro de extensão entre os bairros Novo Colorado e Jardim Mariana, mas proporcionou uma nova rota para todos que passam pela região oeste da capital.

A Avenida também recebeu iluminação em LED, com luminárias do programa MT Iluminado.

“Qualquer obra de infraestrutura é bem vinda para melhorar o trânsito. De manhã podemos ver como o trânsito do Coophema, do Coxipó para a Avenida Beira-Rio é grande”, opina o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

Transporte Público

Todo esse investimento em novas ligações precisa ser acompanhado por um transporte público de qualidade. O secretário adjunto Rafael Detoni, explica que as pesquisas do Plano de Mobilidade Desenvolvido pela Sinfra-MT mostram que dois terços dos deslocamentos em Cuiabá são realizados por meio de automóveis. “Não há nenhuma cidade no mundo que consiga ter uma mobilidade satisfatória com essas condições”, afirma.

O Sistema BRT vai funcionar com corredores de transporte, que separam o transporte público do congestionamento. A previsão é que um passageiro possa sair do Terminal do Coxipó, próximo ao viaduto do Parque do Cuiabá, e chegar ao centro de Cuiabá em 21 minutos.

Os veículos do BRT também vão ter piso baixo, facilitando o embarque e desembarque, diminuindo o tempo de espera nas paradas.

Além disso, o projeto prevê a implantação de um Parque Linear na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, com pista de caminhada e ciclovia. “É preciso criar condições para que as pessoas possam utilizar o transporte público, as bicicletas, o andar a pé, para que a mobilidade não fique dependente apenas dos automóveis”, explica Detoni.

Rodoanel

Outra ação que pode melhorar o trânsito da capital é a construção do Contorno Norte do Rodoanel de Cuiabá e Várzea Grande. Obra de R$ 206 milhões realizada em parceria com o Governo Federal, o Rodoanel tem o objetivo de tirar o trânsito de quem está em viagem de dentro de Cuiabá, principalmente os caminhões.

Atualmente estão sendo construídas duas pontes sobre o Rio Cuiabá, em fase de execução das estacas, e a construção de um viaduto sobre a MT-010. A obra do viaduto já está em fase avançada, com a concretagem dos últimos vãos da laje.

O rodoanel terá 21 km de extensão e também terá uma trincheira no encontro com a Avenida Antártica, outro viaduto sobre a MT-251. A atual etapa vai ligar a BR-364, em Várzea Grande até a Estrada de Chapada. Uma nova etapa da obra, que ainda será licitada, vai ligar a MT-251 até a BR-163 em Cuiabá.