Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020, 09:26 - A | A

Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020, 09h:26 - A | A

APÓS RESULTADO DAS URNAS

Mauro: Não preciso ser "amiguinho" de Emanuel Pinheiro para atender à população cuiabana

Em encontro no Palácio Paiaguás, com os chefes dos executivos municipais, Mendes reforçou que onde puder vai trabalhar junto aos prefeitos e que tem "muita coisa boa"

Martins / O Bom da Notícia

Governador Mauro Mendes (DEM) garantiu nesta quinta-feira (03), em entrevista à Rádio Metrópole, que todos os 141 municípios mato-grossenses vão continuar tendo o apoio do governo do Estado de Mato Grosso. 

"Eu não preciso ser "amiguinho" do prefeito de Cuiabá, nem de cidade A, B ou C para que eu faça políticas que atendam a população que vive naquela cidade", ao esclarecer que foi eleito "para ser governador de Mato Grosso e dos mato-grossenses".

Inimigo político declarado do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), que foi reeleito no último dia 29, o governador argumentou que vai trabalhar com os 141, independente da cor partidária e de ele gostar ou não do prefeito.

Na noite que saiu o resultado do segundo turno da eleição para a Prefeitura da Capital, no último domingbo(29), Mendes, por meio de nota, parabenizou os eleitos em Mato Grosso, incluindo o prefeito da capital, e que estaria aberto ao diálogo com todo. "Não trabalho para os prefeitos. Trabalho para a população", assinalou.

Nesta quinta-feira, em encontro no Palácio Paiaguás, com os chefes dos executivos municipais, Mendes reforçou que onde puder vai trabalhar junto aos prefeitos e que tem "muita coisa boa" para fazerem juntos, como o próprio programa MT Mais.

"Podem ficar tranquilo, Cuiabá, Várzea Grande, pois qualquer município vai ter o apoio do governo do Estado de Mato Grosso", conclui o chefe do Executivo estadual.