Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 24 de Abril de 2024, 18:03 - A | A

Quarta-feira, 24 de Abril de 2024, 18h:03 - A | A

BATE, REBATE

Maysa denuncia Fellipe Corrêa por ameaças, vereador se desculpa e coloca "pá de cal" sobre o assunto

Luciana Nunes/ O Bom da Notícia

À jornalistas esta semana, a vereadora Maysa Leão (Republicanos) denunciou o colega de parlamento, vereador Fellipe Corrêa (PL) por ameaças e trocas de farpas durante reunião no Colégio de Líderes na Câmara Municipal. Mais tarde, Fellipe se desculpou e Maysa optou em colocar fim à discussão.

A situação ocorreu após ela e outros parlamentares terem postado vídeos nas redes sociais cobrando os colegas “atrasados” e pedindo o comparecimento na Casa para garantir o andamento das sessões ordinárias.

“Nós conversamos e todos ali assumiram sua meia culpa, falaram que vão se empenhar em estar aqui na sessão no horário, manter o coro, e eu dei o exemplo do indivíduo que chega a 11 horas da manhã e sai toda hora pra fumar. Ele falou, você está falando de mim? Sim, eu estou falando. As palavras que ele usou na frente de todos os vereadores foram: Não venha falar de mim, não venha me expor, estou te avisando. Eu sou um bom amigo, mas sou um péssimo inimigo. Eu acho que ele foi muito claro ali e após fazer essa fala, na fala de um outro colega, ele ainda interpelou, trazendo uma informação que ele olhou no celular e falou assim, nós não somos o seu vizinho idoso que você agrediu”, disse Maysa.

Maysa já tinha postado um vídeo nas redes sociais relatando a situação, mas não havia dito o nome do autor , mas em conversa com os jornalistas decidiu citar quem foi e disse que não irá se calar.

“Eu fiz o relato como um recado que não serei intimidada por ameaças. Não tinha o interesse em dar palco para esse colega, porque eu acho que ele vai ter aí a contrapartida de fala, vai ter oportunidade de falar, mas diante de uma ameaça tão clara numa mesa onde todos os colegas estavam sentados, eu como mulher não posso me furtar desse enfrentamento”, acrescentou.

“Não acho que o ato é cabível de cassação, mas eu dei um aviso pra ele nas redes sociais para ele ficar atento que ele não está mexendo com uma mulher que não sabe se defender e estou aqui me posicionando na imprensa para ele pelo menos fazer um letramento de gênero e aprender o que é a defesa de gênero, mas não acho que isso seja cabível a um pedido de cassação”, finalizou.

Outro lado

Por meio de nota o vereador Felipe Correia disse que respondeu a vereadora Maysa Leão, na intenção de impor seu ponto de vista aos demais vereadores a respeito de quórum.

“Mesmo sendo um dos vereadores mais assíduos e um dos que utiliza a tribuna para pronunciamentos em quase todas as sessões, decidi pedir para a vereadora cuidar da sua própria atuação parlamentar, argumentando que ela deveria me tratar como amigo e não como um inimigo. Infelizmente, a vereadora entendeu essa resposta como ameaça, acalorou sua reação e por alguns minutos fomos ásperos e indevidos um com outro”, disse o vereador por meio de nota. (Veja nota na íntegra abaixo)

Anteriormente à nota, Fellipe já havia dito à imprensa que se ele quebrou o limite entre o direito democrático de cada um, então estaria disposto a se desculpar e colocar 'uma pá de cal' sobre o assunto.

Nota pública à sociedade cuiabana

Cumpre-me esclarecer que em reunião interna dos vereadores de Cuiabá, segunda-feira 22/4, onde o assunto era presença em plenário, infelizmente respondi a uma agressão feita pela vereadora Maysa Leão, que na intenção de impor seu ponto de vista aos demais vereadores a respeito de quórum, me escolheu gratuitamente e disse que eu era um vereador que prejudicava os trabalhos da Câmara Municipal de Cuiabá porque saia do plenário para fumar.

Mesmo sendo um dos vereadores mais assíduos e um dos que utiliza a tribuna para pronunciamentos em quase todas as sessões, decidi pedir para a vereadora cuidar da sua própria atuação parlamentar, argumentando que ela deveria me tratar como amigo e não como um inimigo. Infelizmente, a vereadora entendeu essa resposta como ameaça, acalorou sua reação e por alguns minutos fomos ásperos e indevidos um com outro.

Por essa atitude e situação, e até por ter sido ingênuo de ficar debatendo com a vereadora em algo que cada um sabe de sua responsabilidade, lamento e peço desculpas aos colegas e sociedade.

Quero ressaltar que respeito a vereadora como parlamentar, como mulher, como mãe e jamais, sendo filho, marido e pai de uma menina, deixaria de respeitar as mulheres, como infelizmente Maysa Leão quis me tipificar em entrevistas.

Temos muito para trabalhar pela cidade de Cuiabá e, sinceramente, minha resposta final é afirmar que peço a Deus que abençoe a Vereadora Maysa Leão.

Fellipe Corrêa
Vereador por Cuiabá