Terça-feira, 16 de Julho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 09 de Maio de 2023, 14:38 - A | A

Terça-feira, 09 de Maio de 2023, 14h:38 - A | A

VEJA

Mendes cita avanço fiscal e convida investidores para conhecer Mato Grosso

Luciana Nunes/ O Bom da Notícia

O governador Mauro Mendes (União) convidou investidores para conhecer Mato Grosso durante sua palestra no Lide Brazil Investment Forum, em Nova Iorque, nesta terça-feira (9). Ao lembrar que o Estado possui o maior PIB agrícola do Brasil. E que mais de 40% do saldo da balança comercial vem das exportações e principalmente das exportações feitas em Mato Grosso.

“Precisamos crescer e Mato Grosso tem a honra de liderar esse setor do agronegócio. Temos muitas oportunidades de investimentos e queremos continuar produzindo alimentos e fazendo aquilo que hoje está entre as grandes prioridades mundiais, que é a segurança alimentar e a segurança ambiental. Nesses dois quesitos, nós temos muito a contribuir. Mato Grosso é um grande produtor das principais commodities agrícolas e preserva 62% do território. Se existe no mundo bons exemplos de sustentabilidade, certamente nosso Estado é um deles. E gostaria de convidar os senhores e senhoras investidores para conhecer o nosso Mato Grosso e fazer parte do seu presente e do seu futuro”, disse.

O governador defendeu a realização de mais investimentos públicos em todo o país para fomentar a atividade econômica, gerando mais desenvolvimento e emprego aos brasileiros.

“Nenhuma empresa pode se perpetuar e ter longevidade se ela não for capaz de fazer investimentos, de inovar, de construir novos mercados. E o estado brasileiro, na média, perdeu a sua capacidade de investir. O estado brasileiro hoje investe muito pouco. A falta de investimento público desanima o investimento privado”, complementou.

Na ocasião Mendes ainda relembrou o quanto seu governo avançou desde que assumiu e impôs duros ajustes fiscais. 

“No Estado de Mato Grosso, quando passei a gerir, há quatro anos, tivemos a oportunidade de implementar um duro ajuste fiscal. Tive retaliações. Mas o tempo passou, o resultado veio e a população compreende que esse é o caminho. Estamos investindo 19,2% da nossa receita corrente líquida. Ao longo dos últimos anos, estamos acima da casa de 15% e com certeza iremos manter esse pilar”, acrescentou.

Veja vídeo