Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 01 de Abril de 2024, 17:42 - A | A

Segunda-feira, 01 de Abril de 2024, 17h:42 - A | A

"NÃO TEMPO TEMPO"

Mendes promete ajudar candidatos, mas descarta rodar o Estado para alavancar campanhas

Marisa Batalha/O Bom da Notícia
[email protected]

À jornalistas, na semana passada, o governador Mauro Mendes (UB) deixou bem claro a sua total impossibilidade de percorrer os 142 municípios de Mato Grosso, para ajudar alavancar as candidaturas majoritárias. Em especial, obviamente, nas cidades onde teve apoio garantido dos prefeitos, em 2022, quando saiu vitorioso das urnas em sua reeleição ao Palácio Paiaguás.

"Impossível Não posso percorrer todos os municípios, nem tampouco, dedicar tanto tempo ao processo eleitoral quando tenho enormes responsabilidades como governador. Quando tenho de cuidar de muitas ações que tenho absoluta convicção que são mais importantes para o cidadão do que fazer campanhas. Vou procurar ajudar aqueles que me ajudaram, ou apoiar aqueles que me apoiaram, mas é humanamente impossível imaginar que eu rode 142 municípios fazendo campanha em uma eleição municipal".

Governador desmente presidente do PL

O governador ainda mencionou - na conversa com a imprensa -, sua decisão de processar o presidente do Partido Liberal, em Mato Grosso, Ananias Filho, por publicizar que ele[Mendes] estaria coagindo prefeitos a migrar para o União Brasil, ao supostamente ameaça-los de não receber mais investimentos para suas cidades.

Mauro disse que já teria, inclusive, assinado uma procuração exigindo que Ananinas prove que teria feito isto.

"Chegou ao meu conhecimento esta situação e já assinei a procuração para ser notificado e provar o que ele[Ananias] está falando".