Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 29 de Novembro de 2022, 09:49 - A | A

Terça-feira, 29 de Novembro de 2022, 09h:49 - A | A

VAGA NA AL-MT

Ministro do TSE retira ação de pauta sobre perda de mandato e vereador ganha tempo para se articular

Da Redação do O Bom da Notícia /Com Assessoria

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, retirou de pauta o processo que ainda pode levar o vereador de Cuiabá, Juca do Guaraná (MDB), a perder a vaga que conquistou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. 

O julgamento havia se iniciado na última sexta-feira (25), após o voto de Lewandowski, que afastou a inelegibilidade do ex-prefeito de Chapada dos Guimaraes, Gilberto Mello (PL).

Caso o entendimento se mantenha, será deferido o registro de candidatura do ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto Mello (PL), o que pode resultar na validação dos 7.260 votos para deputado estadual e, consequentemente, favorecer o atual deputado Delegado Claudinei (PL), que assumiria a vaga.  

Mello disputou a eleição sub judice depois que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) indeferiu a sua candidatura por ter sido condenado pelo Tribunal de Contas da Uniao (TCU), por improbidade administrativa, referentes a dois convênios à época que era prefeito de Chapada.   

A retirada do julgamento virtual ocorreu no mesmo dia em que prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), ter cobrado a sua sigla para realizasse articulação junto aos membros do TSE para evitar que a vaga de Juca do Guaraná não se perca 

Até o início de dezembro estará concluído o julgamento e, assim, se saberá que ficará com a cadeira na Assembleia.