Terça-feira, 23 de Julho de 2024

POLÍTICA Domingo, 21 de Maio de 2023, 10:06 - A | A

Domingo, 21 de Maio de 2023, 10h:06 - A | A

EDUCAÇÃO

Ministro garante IFMT em Água Boa e sinaliza avanços no ensino em Mato Grosso

O Bom da Notícia/com Assessoria

Dia histórico para a educação em Mato Grosso. O ministro Camilo Santana, da Educação, garantiu nesta quarta-feira, 17, medidas orçamentárias para a implantação do campus do Instituto Federal de Educação Tecnológica no município de Água Boa, no médio Vale do Araguaia. Em audiência com os senadores Jayme Campos (União-MT) e Wellington Fagundes (PL-MT), Santana informou que o objetivo é lançar as obras da unidade ainda este ano. Segundo o reitor Júlio César dos Santos, a implantação do IFMT em Água Boa deverá beneficiar diretamente 11 municípios que integram a região do Araguaia.

A nova unidade permitirá um atendimento imediato a pelo menos 1.000 estudantes. Água Boa é considerada a mais promissora fronteira agrícola do Estado e uma região ainda muito distante de qualquer polo do instituto. 

O prefeito Mariano Kolankiewicz Filho, que também participou da audiência com o ministro Camilo Santana, fez questão de agradecer aos parlamentares da bancada federal pelo empenho em favor da implantação do campus na cidade. A Prefeitura, inclusive, cedeu uma área para a unidade educacional. 

Aos senadores o ministro também assegurou que vão ser adotadas medidas para expandir o ensino técnico-profissionalizante para outras regiões. Entre eles, está a ampliação do Campus do IFMT de Sinop para Lucas do Rio Verde, a conclusão das obras do instituto em Várzea Grande, e a implantação do IF em Colniza, no extremo Noroeste do Estado, considerado pelo senador como a área mais importante para receber essa unidade educacional.  

“São regiões de grande produção de alimentos, que tem dado importante parcela de contribuição para a economia nacional. Portanto, regiões distantes e temos que criar as condições para capacitar a nossa juventude” – ele frisou. 

No caso de Várzea Grande, Jayme Campos lembrou que há 15 anos as obras estão por serem concluídas. Atualmente já está sendo executada a fase 1 da sede do Campus Várzea Grande, em um contrato de R$ 5,8 milhões cujo prazo de entrega é para o segundo semestre desse ano. O instituto também lançou licitação para a contratação de empresa especializada para a Fase 3 referente à infraestrutura externa terraplanagem, drenagem, pavimentação, estacionamento e iluminação, com o valor estimado de R$ R$ 2.318.754,91. 

No encontro, Camilo Santana confirmou que deverá cumprir extensa agenda em Mato Grosso, entre os dias 25 e 26. Ele deverá participar da inauguração do bloco de curso de Medicina da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e do lançamento de várias obras em Cuiabá, ao lado do governador Mauro Mendes. 

O IFMT conta atualmente com 19 campi em funcionamento e mais 5 centros de referência. Ao todo, estão matriculados quase 26 mil estudantes em 238 cursos. O instituto oferece ainda 5 cursos de mestrados e um de doutorado. São, ao todo, 2.256 servidores.