Sábado, 25 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 16 de Janeiro de 2024, 11:52 - A | A

Terça-feira, 16 de Janeiro de 2024, 11h:52 - A | A

NOVOS TEMPOS

Wellington Fagundes defende aliança com MDB e garante que PL nacional valida esta união

Da Redação do O Bom da Notícia

À jornalistas e até já há um certo tempo, o senador e ex-presidente do PL, Wellington Fagundes, tem dito sobre a possibilidade de sua legenda firmar uma aliança com o MDB, no Estado. E que, inclusive, este posicionamento vem sendo debatido junto a direção nacional. Assim, esta articulação estaria sendo avalizada, como uma recomendação, do diretório nacional do PL para as eleições deste ano.

“O PL está aberto a partidos de centro-direita, do MDB para frente. Podemos coligar com o MDB, sim, pois é um partido de centro-direita. Não vejo nenhuma dificuldade de coligar pois eleição municipal possui características únicas e específicas. Temos uma orientação nacional e não vamos abrir mão de partidos com esta visão”.

Vale lembrar que em São Paulo, maior cidade do país, o presidente da sigla Waldemar da Costa e o ex-presidente Jair Bolsonaro declararam apoio ao atual prefeito do município, Ricardo Nunes, que é filiado ao MDB.

Em Rondonópolis, município que é base eleitoral do senador e do pré-candidato do MDB à prefeitura, o deputado Thiago Silva, lembrou que, inclusive, teria sido convidado em agosto de 2023 a se filiar na sigla liberal.

Em entrevista recente, Wellington chegou até mesmo a dizer que aqueles que não se adequam aos novos posicionamentos têm que sair do partido. 

"O PL é um partido liberal na política econômica, mas claro, com a característica de centro-direita. E aquelas pessoas que não se modernizam, que não se adequam, têm que sair. Medeiros, companheiro de Rondonópolis, era por exemplo de esquerda. Na época, me criticava por ser da direita, hoje, é um companheiro”, finalizou o senador.