icon Domingo, 15 de Setembro de 2019

POLÍCIA - A | + A

DOIS FORAGIDOS 09.05.2019 | 15h:19

Em MT, funcionário preso do BB "ostentava alto padrão econômico"; 15 são detidos em operação

Por: Rafael Medeiros - O Bom da Notícia

Polícia Civil

R

 

Policiais Civis de Brasília, sob o comando do delegado Marcelo Guerra, estiveram na manhã desta quinta-feira (9), em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá), para o cumprimento de três ordens judiciais de busca e prisão temporária, referente à operação Crédito Viciado. 

 

A informação foi confirmada ao O Bom da Notícia pela assessoria de imprensa da Polícia Civil de Mato Grosso. O objetivo da operação é combater uma organização criminosa, voltada para a prática de peculato contra o Banco do Brasil e lavagem de dinheiro.

 

Das três ordens judiciais, apenas uma prisão foi realizada, os outros dois envolvidos fugiram da cidade. Os nomes nos envolvidos não foram divulgados àa imprensa. O delegado Marcelo Guerra, disse ao O Bom da Notícia, que os envolvidos eram funcionários do Banco do Brasil e são acusados de lavagem de dinheiro. 

 

“Eles ostentavam alto padrão econômico, residiam em bairros nobres e ainda, utilizavam os recursos ilícitos para viagens, aquisição de veículos e outros bens de consumo”, destaca o delegado.

 

Segundo o delegado, os dois foragidos de Mato Grosso eram funcionários do Banco do Brasil, que atuavam diretamente na movimentação de valores altos e comissões destinadas às empresas de cobrança. Eles se aproveitavam dos cargos e das transações de pagamento manuais para aumentar o valor das comissões dos empresários em troca de reembolsos ilegais.

 

Foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão temporária, expedidos em desfavor de funcionários do BB e empresários vinculados a empresas de cobranças e dívidas da instituição financeira.

 

Os mandados foram cumpridos no Distrito Federal, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Rio de Janeiro. As ações resultaram na prisão de 15 pessoas, até agora, envolvidas no esquema de desvio de valores. 

 

Nos endereços dos alvos e empresas, foram apreendidos 22 carros de luxo, documentos diversos e aparelhos celulares.

 

“Durante as investigações ficaram evidenciados fatos como o de funcionários e ex-funcionários do banco, que estavam fraudando repasses de valores a essas empresas de cobrança bancária. Posteriormente, as empresas repassavam parte das quantias a ele, na divisão do crime”, finaliza o delegado.

 

Investigações

 

De acordo com a investigações, nos anos de 2017 e 2018, o grupo investigado subtraiu do Banco do Brasil mais de R$ 26 milhões. Os envolvidos são investigados pelos crimes de organização criminosa — com aumento de pena em virtude da participação de funcionário público —, peculato e lavagem de dinheiro. Segundo o coordenador da Corf, R$ 15 milhões desviados do Banco do Brasil já foram bloqueados pela Justiça e deverão ser restituídos à instituição bancária.

 

Confira o saldo da operação em oito estados e no DF:

• DF: Três buscas e duas prisões;
• GO: Uma busca e uma prisão;
• MG: Cinco buscas e três prisões;
• MT: Três buscas e uma prisão;
• SP: Três buscas e duas prisões;
• PR: Quatro buscas e uma prisão;
• PE: Duas buscas e uma prisão;
• SC: Três buscas e duas prisões;
• RJ: Quatro buscas e duas prisões.

Total: 28 mandados de busca e apreensão, 15 prisões e dois foragidos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
LEITE R$/l 1,09
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet